Ismael, O Moço

Meditação do dia 15/10/2018

 “Porém Deus disse a Abraão: Não te pareça mal aos teus olhos acerca do moço e acerca da tua serva; em tudo o que Sara te diz, ouve a sua voz; porque em Isaque será chamada a tua descendência.”  (Gn 21.12)

 Ismael, o Moço – Nos velhos tempos aqui no Brasil, quando alguém levava o mesmo nome do pai, vinha acrescido do numeral “Primeiro, Segundo, Terceiro” (I,II,III) – Tivemos Imperadores como Pedro I, Pedro II; depois veio a época onde só acrescia “Filho” e até tivemos um presidente da República com o nome de “Café Filho” – na verdade, João Fernandes Campos Café Filho, um potiguar (1899-1970), que governou o Brasil em 1954-1955. Depois vieram os tempos do filho ser chamado de “junior” que é uma febre até hoje; o que temos de “juninho” por aí não é brincadeira! Nos tempos da Roma antiga, eles faziam uso para diferenciar o pai do filho, com o acréscimo de “o moço ou o velho.” Não que Ismael tivesse o mesmo nome que Abraão, mas achei muito legal e interessante o modo Deus se referiu a ele para o próprio pai. Abraão estava vivendo aquele turbilhão de emoções, e estava diante de uma escolha muito difícil e dolorosa envolvendo não só a separação física de seu filho, mas a esposa exigia a expulsão de mãe e filho. Ao buscar ao Senhor em oração, ele foi atendido e orientado por Deus que o confortou, e garantiu que o futuro de Ismael estava garantido por ele, exatamente por seu filho de Abraão. Posso pensar em muitas lições a serem aprendidas por mim e por nós, quando vamos buscar respostas em Deus. A despeito do que pensamos das coisas ao nosso redor, se fizemos certo ou errado, o fato é que Deus lida com fatos e não fica rebuscando passado errado de ninguém para lançar em rosto. Mesmo que as consequências sejam inevitáveis e nem precisa ser repetidas, mas a vida segue e é pra frente que se anda. Ismael não tinha culpa ou responsabilidade por sua existência e ninguém deve pensar assim, quaisquer que sejam as circunstancias que te trouxe a esse mundo. Se chegou até aqui, então agora há um propósito e um compromisso de realizá-lo. Pela ótica bíblica e cristã, ninguém nasce por acaso, por erro de planejamento ou acidente de percurso. Todos, fomos criados por Deus, nascido para um tempo e um propósito; a vida de qualquer um tem e faz sentido, é só procurar em Deus, que é a fonte certa de buscar informação. O coração de pai e mãe  sempre veem os filhos como pequenos, desprotegidos e eles precisam estar por perto. Abraão via isso em relação ao seu menino, mas Deus o chamou de MOÇO! Não menino, não adolescente, não um coitado, mas um moço? Um moço é alguém jovem, mas já com competência e capacidade de assumir responsabilidades e agir como homem. Para Deus, Ismael seria capaz de sobreviver, superar e prevalecer, cuidar de si e de sua mãe e se tornar um líder tribal e ancestral reverenciado de uma grande nação. Ainda hoje os pais erram muito infantilizando os seus filhos, tratando-os como bebês, não só chamando-os de “meu bebê,” mas se comportando como se eles o fossem de verdade. Alguns desses “bebês” já são engenheiros, médicos, missionários, pais de família e tem os do outro lado que se tornam párias da sociedade, pesos mortos e maus exemplos, e os pais sofrem com seus “filhotes” encarcerados nos presídios e Febens da vida, por esse Brasil à fora e até fora do país. Carinho e afetividade é maravilhoso e deve ser cultivado e incentivado, mas isso nada tem à ver com assumir as broncas e atos inconsequentes de adultecentes indisciplinados e improdutivos. Pergunta para Deus, o que ele acha do seu “bebê?” As promessas de Deus são boas e maravilhosas, e elas se cumprem em nossas vidas e na vida de nossos filhos, que precisam se tornarem adultos, cristãos maduros e produtivos, para passarem adiante a bênção do Senhor de geração em geração.

 Senhor, peço sabedoria e discernimento para ver e ajudar a igreja do Senhor a ver a vida do teu ponto de vista. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s