O Filho Desta Serva

Meditação do dia 17/10/2018

 “Mas também do filho desta serva farei uma nação, porquanto é tua descendência.”  (Gn 21.13)

 O Filho Desta Serva – Nos bons tempos crianças não interrompiam ou se entremetiam na conversa de adultos. Isso valia para qualquer idade; qualquer pessoa mais nova se submetia a hierarquia presente na conversa. Isso era chamado de “bons modos.” Ali estava presente o respeito e a consideração que a sabedoria e a maturidade dava as pessoas. Ainda que elas estivessem erradas ou equivocadas, isso seria assunto para ser tratado pelas pessoas com o mesmo grau de respeito e aceitação naquela sociedade. Não estou saudosista hoje, apenas quero introduzir essa meditação de hoje, com a lembrança de que estamos trabalhando com um texto bíblico, que em seu contexto original, tratava-se de uma reunião particular, um momento íntimo de comunhão de duas pessoas que merecem todo o nosso respeito, temor, consideração e admiração: Deus e Abraão. Quem se meteria numa conversa dessas?! Abraão saiu da festa, que não era mais festa e foi falar com Deus porque seu coração estava transtornado de dor, preocupação e temor de fazer algo que contrariasse a revelação que até agora vinha servindo de guia para sua jornada. De um lado estava seu casamento com a mulher amada e mãe do filho da promessa; de outro estava uma serva de confiança e com quem ele gerara um filho, agora um adolescente. Acrescenta-se à seu momento, a urgência de exercer sua autoridade como pai, como marido, como senhor, mas também como sacerdote de um Deus único e poderoso. Ele vinha discipulando seus filhos, servos e empregados e dando bom testemunho aos vizinhos e amigos idólatras nativos daquela terra. É importante aprendermos que mesmo em momentos muito difíceis e sob forte pressão emocional, ainda precisamos tomar decisões que confirmem nossa fé e nosso compromisso com Deus e seus planos. O que vão pensar? É uma pergunta retumbante que aparece constantemente diante de nós e tem como função nos pressionar pelo caminho mais viável, mas social ou politicamente correto. O que Deus pensa e diz sim, isso é relevante. Naquela conversa, Deus disse para seu servo que deveria seguir a ordem que Sara estava requerendo, por mais estranha e irracional que parecesse. Agar era serva de Abraão e tinha seu respeito e consideração; para Sara ela era apenas um patrimônio que no momento não valia muito e poderia se desfazer sem qualquer pesar ou sentimento de prejuízo. Para Deus, Agar era uma serva dele. Deus não faz acepção de pessoas, nunca. Ele respeitaria o direito cultural e a autoridade humana que Abraão tinha sobre a mulher e o filho, mas ela não ficaria desamparada. O salmista, anos mais tarde expressou assim: Ó Senhor, deveras sou teu servo; sou teu servo, filho da tua serva; soltaste as minhas ataduras (Sl 116.16). Maria ao receber a visita do anjo que lhe fez a feliz anunciação também registrou sua identidade como serva, disposta a servir na condição que fosse necessário. Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela” (Lc 1.38). Sara era rica, linda, senhora e serva de Deus; Agar era pobre, substituível, serva e serva de Deus. Na cruz está o poder nivelador de Deus, onde todos que passam por ali, saem do outro lado como filhos, amados, aceitos, acolhidos e agraciados com o dom da salvação e um novo nome, um novo propósito e um mesmo destino.

Senhor, obrigado, por não haver distinção entre servos e senhores, ricos e pobres, escravos e livres, pois em Cristo o que importa é ser uma nova criatura. Na cruz nos tornamos todos filhos pela graça através da fé e isso não vem de nós pois é um dom de Deus e não depende das obras para ninguém se gloriar. Louvado seja o teu santo nome e o teu propósito eterno. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s