O Que Diz a Escritura?

Meditação do dia 07/11/2018

 “Mas que diz a Escritura? Lança fora a escrava e seu filho, porque de modo algum o filho da escrava herdará com o filho da livre.”  (Gl 4.30)

 O que diz a Escritura? Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança (Rm 15.4). Estamos meditando na vida de Ismael e ele foi uma pessoa de carne e osso como nós, que viveu aqui na terra, numa sociedade, numa família e num contexto que apresentava os mesmos dilemas que todos os humanos experimentam; por isso ele serve de inspiração e exemplo para mim e para muitos. Ele cultivava uma fé; ele adorava a Deus, o mesmo que eu; ele tinha sonhos e enfrentava dificuldades, preconceitos e teve que lutar para viver; venceu porque lutou; está a Bíblia porque sua história se interpõe com a de outras pessoas da linhagem da redenção. Agora, nessas últimas meditações estamos vendo as aplicações que autores bíblicos inspirados pelo Espírito Santo escreveram sobre como aquela história tinha contextos simbólicos da vida cristã e o que simbolicamente experimentamos no nosso dia a dia enquanto Ismael foi uma prova viva, algo figurado para nós, foi real na experiência dele. Como é figurado para nós, podemos aprender, desfrutar e decidir pelo certo, vendo Ismael como elemento figurado e não culpa-lo ou atribuir-lhe condenação ou demérito. Sabemos que o Evangelho nos apresenta a verdade que Deus ama profundamente todas as pessoas, todos os pecadores, ao mesmo tempo que não tolera o pecado em qualquer de suas formas e manifestações. Também amamos os pecadores ao nosso redor e trabalhamos por ve-las se convertendo e abraçando a fé, sem contudo aprovarmos suas práticas e condutas. Amamos o pecador mas rejeitamos o seu pecado. Amamos Ismael, mas rejeitamos o que simboliza sua vida e conduta em termos espirituais. A vida cristã e para ser vivida no poder do Espírito Santo, em Santidade, justiça e verdade; temos um compromisso, uma aliança com Deus e portanto tudo o que contraria ou contradiz a isso, devemos rejeitar e afastar de nossa presença. Nesse sentido, de aliança com Deus, de andar pela fé e apropriar das promessas, a presença de Agar e Ismael se opunha ao princípio espiritual da revelação de Deus. Foi para ilustrar essa verdade eterna que se fez necessário a expulsão de Agar e Ismael da vida de Isaque. Qualquer coisa que concorra com a promessa e a revelação de Deus precisa ser eliminado da vida do cristão. Estou falando de pecados de estimação; coisas, atitudes do coração, posturas, práticas e confissões que são erradas, pecaminosas, condenadas na Palavra de Deus, mas que são socialmente aceitas, culturalmente incorporadas na vida, na família e até nas práticas eclesiásticas. Uma expressão do Novo Testamento para isso é: Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma(I Pe 2.11). Combatem contra nossa alma! É um escravo, ainda que nascido em casa, ainda com o consentimento dos demais; com boa intenção, está sob controle, é bonzinho, ajuda muito em…. O que diz a Escritura? Bota fora a escrava e seu filho; não só o pecado, mas a fonte que gera esse pecado em nossa vida, os dois devem ser botados para fora. Pensando em pessoas, como foi com Ismael e Agar, nosso senso de direitos humanos, justiça social e etc. apela para clemencia, e achar outra saída menos traumática. Veja, que naquela situação até Abraão ficou dividido e sem saber o que fazer e só quando Deus falou com ele e disse para fazer o que Sara exigia, que tudo iria dar certo, foi que ele vez. Humanamente falando é difícil, há muitas implicações. Mas espiritualmente deixar o pecado e hábitos que minam a nossa resistência espiritual e nos dificulta alcançar as promessas de Deus, precisam ser expulsas sumariamente. Ter dó do pecado é uma cilada contra nossa alma. Lembra da fábula do escorpião que pediu carona ao sapo para atravessar o lago? Ele sempre vai picar e matar; é da natureza dele. Não existe pecado bonzinho, sociável, de estimação! A natureza dele é destruir, e fará isso quando mais precisaremos da bênção e da força espiritual. Voce cultiva pecados de estimação? Práticas que tá ruim mas tá bom assim mesmo? Todo mundo tem fraquezas!!! Muita gente faz pior que eu!!! Hoje isso é normal e aceito! Minha consciência não me acusa!!! Meus amados, O que diz a Escritura? É isso que devemos fazer; as Escrituras são nossa regra de fé e prática!

 

Senhor, obrigado por ter vencido o pecado e tudo que ele representa, lá na cruz e isso custou a tua vida! Então isso é caro, isso tem peso e isso é ruim. Acredito que o Senhor morreu lá no meu lugar, para me salvar, me salvar porque estava perdido e condenado, por isso que posso estar querendo manter no meu coração ou dar-lhe uma chance de coexistir com a verdade e com a promessa. Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará; revele essa verdade a nós de forma que nos incomode tanto até sentirmos nojo pelo pecado e clamarmos por socorro e misericórdia. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s