A Provação do Meu Pai

Meditação do dia 01/12/2018

 “E aconteceu depois destas coisas, que provou Deus a Abraão, e disse-lhe: Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.”  (Gn 22.1,2)

 A Provação do Meu Pai – Conhecemos de muitos ângulos a história desta parte da vida de Abraão, ao ser provado por Deus no seu amor e lealdade, ao receber a ordem de sacrificar seu filho Isaque em um holocausto. Entre essas muitas perspectivas, pouco se vê da ótica de Isaque, que estava diretamente envolvido, sendo ele a própria vítima a ser oferecida. A essa altura, ele já era um jovem, provavelmente saindo da adolescência, já com porte físico avantajado, pelo menos o suficiente para se defender e ou oferecer resistência num atentado contra sua vida. Em cada fase da vida, a pessoa a vê por aquelas lentes da realidade da sua fase e da sua maturidade; o que torna significativo entender o ponto de vista do outro. Por mais maduro que alguém seja ainda na sua mocidade, ele ainda é um moço, um jovem; que pode por circunstancias diversas, se ver a obrigado a assumir papeis um tanto inadequados para sua etapa, mas na ausência do titular, essa necessidade, produz a antecipação de comportamento de maturidade e responsabilidade, como filhos que precisam assumir a provisão da família, irmãos terem que cuidarem uns dos outros e assim acomodarem uma situação anormal para os padrões convencionais, mas necessários. Isaque certamente cresceu admirando o pai, que era um homem de fé e de estreita comunhão com Deus. Seu pai era admirado e respeitado por todos e em todo lugar por onde peregrinavam. Isaque aprendeu a conhecer e cultuar a Deus, até então, o Deus de Abraão, e era lhe repassado constantemente os ensinamentos da aliança e do compromisso de serem fiéis e passar adiante o conhecimento e zelo com o sagrado, até se tornarem uma nação e depois uma grande nação e virem a ser o povo abençoador de todas as famílias da terra. Costumo dizer que há coisas na vida que não temos como ensinar, apenas se pode aprender e aprender pode vir das mais variadas formas. Abraão naquela tarde, no seu momento à sós com Deus recebera uma revelação nova, urgente e séria, e se pôs a fazer os preparativos para uma jornada inusitada. Isaque só foi informado do que realmente era necessário saber até então, sem antecipação de pormenores. Para Isaque seria uma viagem, uma jornada de adoração, num lugar ainda incerto, mas que dava para confiar nas decisões do pai. Para Abraão, a história era outra: Deus pediu-lhe algo extremamente valioso e precioso para seu coração e que era na verdade sua razão de ser e existir; mas o Altíssimo, o possuidor dos céus e da terra tinha prioridade absoluta na sua fé e devoção e nada e ninguém ficaria entre eles; sobre isso, não havia dúvida ou insegurança, pois aquele que fizera o impossível surgir, seria naturalmente capaz de fazer ressurgir, como, ele não sabia, mas sabia que Deus sabia; pode ser apavorante, mas é reconfortante saber que alguém está no controle, e não sou eu, mas alguém que realmente pode resolver. O que Isaque poderia ter lido no olhar e nos gestos do pai que mostrava que alguma coisa estava para acontecer? Que Abraão não entrou em pânico ou desespero, ao menos por fora, já sabemos. Isso é fruto da intimidade com Deus, que não se alcança num curso intensivo de final de semana; isso leva uma vida, para se revelar em dia, ou até num único instante. Valorize o seu tempo devocional diário, porque dias de provação hão de vir com certeza!

 

Pai, obrigado por preparar os nossos corações para os momentos decisivos de provação e lutas que dificilmente vemos ou percebemos sua chegada, mas sabendo que estarás conosco, já é suficiente e confortador. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s