Andando Juntos

Meditação do dia 06/12/2018

 “E tomou Abraão a lenha do holocausto, e pô-la sobre Isaque seu filho; e ele tomou o fogo e o cutelo na sua mão, e foram ambos juntos.”  (Gn 22.6)

 Andando juntos – Gosto muito dessa descrição do modo como aconteceu a caminhada final de pai e filho, em direção ao sacrifício que seria oferecido a Deus. Andar juntos é sinal de comunhão, de coparticipação, cumplicidade e companheirismo. Também andar juntos como no caso deles, precisa ser em direção a um objetivo e uma finalidade. Na vida espiritual não se anda por aí sem lenço e sem documento, como diz o poeta brasileiro. Um dos propósitos da comunhão é a construção; nos reunimos em torno de construir alguma coisa que vá além do potencial da individualidade e alcance proporção muito elevada em relação aos benefícios que pode produzir. Isaque e Abraão caminhavam em direção a uma experiência profundamente íntima de adoração e serviço, que dependia inteiramente da fé; porque o Senhor havia pedido algo à Abraão e lhe dado uma direção a ser seguida, mas sem maiores detalhes. Abraão por sua vez levou o filho a uma jornada de adoração sem lhe fornecer também pormenores, porque ele também dependia das instruções de Deus; ele tinha confiança no Altíssimo e Isaque tinha confiança no pai. Durante parte da caminhada de casa até próximo ao lugar determinado, eles tinham a companhia de pessoas de serviço e apoio, mas que não podiam ir além desse nível. A nova etapa era íntima e particular, apenas entre pai e filho e eles então seguiram juntos. Deus nunca pede ou ordena a nós seus servos que lhe façamos qualquer coisa que não seja possível e se o for dentro dos limites da nossa capacidade, Ele se encarrega de providenciar o extra. Deus não nos dá ordens impossíveis de ser cumpridas! Ele já experimentou qualquer coisa que venha sobre nós. Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar” (1 Co 10.13). Todo o que Abraão estava passando naquela experiência de levar seu filho ao sacrifício, Deus já passara por isso ao dar o seu filho, Jesus em sacrifício redentor por todos nós. O projeto inteiro de redenção tinha a companhia, a benção e a presença de Deus tanto na pessoa do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Se trouxermos essa experiência, apenas para o campo do crescimento espiritual e aplicarmos em nossa jornada de fé, também vamos nos deparar com a necessidade de andar em direção a um nível a ser alcançado, que pode ser acompanhado e ajudado por outros, alheios à nossa experiência, mas que são úteis; mas até certo ponto. Há um momento decisivo em que precisamos parar, demarcar o limite e dizer a eles, que “vocês ficam aqui até eu voltar.” Daqui para frente, só levo o essencial e será uma jornada mais íngreme e totalmente nossa. Assim como levaremos o peso e a responsabilidade sozinhos, também sozinhos receberemos os privilégios das novas revelações e os resultados finais, ainda que compartilháveis com todos e qualquer um, se tornam como uma fonte que jorra de forma inesgotável e quanto repartimos, mais aumenta e melhor vai se tornando. Outro detalhe importante, ninguém volta do mesmo modo que foi; a visão de quem subiu nunca mais é a mesma. Pode acontecer coisas lá em cima, que sempre estarão no campo da intimidade e é somente da pessoa e de Deus, pois jamais será compreendido a não ser por alguém que já esteve lá ou venha a subir e atingir tal compreensão. Você é dos que vão subir ou dos que ficam esperando a volta de quem subiu?

 

Graças, senhor por cada uma das experiências que até aqui tivemos e por nos ter trazido a esse nível, mas desejamos subir mais e experimentar novas visões e revelações. Obrigado Espírito Santo por compartilhar conosco verdades da intimidade com Deus. Louvado seja, hoje e eternamente, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s