Assim Caminharam Ambos Juntos

Meditação do dia 10/12/2018

 “E disse Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. Assim caminharam ambos juntos.”  (Gn 22.8)

 Assim Caminharam ambos juntos – Isso nos remete ao livro do profeta Amós: Porventura andarão dois juntosse não estiverem de acordo?” (Am 3.3). é uma pergunta retórica; nós já sabemos a resposta, a pergunta é feita na verdade apenas para reforçar a verdade conhecida. Através do profeta Amós o Senhor fez uso de uma verdade popular, comum entre os homens para aplica-la ao relacionamento espiritual com ele. Para andar juntos é necessário estar em acordo. Acordo é resultado de conversas, negociações, propostas, sugestões até chegarem a um denominador comum. Pode até ser a comunhão de fé, como valorizamos no cristianismo, aquilo que produz unidade. Existem outras vertentes de acordos que são bons e não são frutos da comunhão, mas do propósito maior a ser alcançado se trabalhar e agir juntos. Alianças para se protegerem e evitar um mal maior. Um exército ou grupamento militar, se exercita a tal ponto de atingir uma perfeição exigida e esperada. Individualmente eles não colaborariam uns com os outros; mas como corporação, eles vão ao extremo do sacrifício. Atletas em modalidades coletivas também operam assim. Quando estamos lidando com a vida cristã e a espiritualidade, claro, se exige um grau maior de comprometimento e há razões maiores que os objetivos individuais e até coletivos, pois agradar a Deus, o Senhor, com honra e glória é o que fato faz sentido. Na comunidade de fé, além dos objetivos, existe uma força maior que liga os pontos, ou seja, a ação do Espírito Santo de Deus, que “paira sobre a face das águas.” O caos existencial ou momentâneo recebe calor e vida proveniente da fonte da vida, que é Deus mesmo. Somos atraídos e constrangidos pelo amor de Deus demonstrado em Cristo Jesus, que em resposta dedicamo-nos integralmente. O Calvário é um divisor de águas ou de vidas, como queiram; há o antes e o depois em qualquer um de nós que passou por essa experiência de identificação com Cristo e seu sacrifício na cruz. Esse cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo, é o cordeiro do holocausto que Isaque estava querendo saber onde estava e seu pai lhe disse que Deus proveria para si essa vítima. Foi com base nessa revelação de que o Senhor proveria, que ambos caminharam juntos. O cordeiro, claro já estava ali, era Isaque, prefigurado e no coração de seu pai ele estava sacrificado e morto à três dias, desde o momento em que Deus assim o pediu. O coração de Isaque indagava onde está o cordeiro e o coração de Abraão indagava como será que o Senhor vai devolver-me o meu filho. Ele não tinha dúvida que Isaque voltaria, pois até dissera aos moços que assim que tivessem adorado “eles voltariam.” Mesmo quando não podemos ver, quando não podemos saber ou entender, podemos crer em Deus. Não há razão para que suas promessas se quebrem! O justo vive da fé, sempre! Caminhar com Deus precisa ser caminhar em fé, por fé, pela fé, do começo ao fim, se é que haverá fim nisso!

 

Pai, me ajuda a caminhar contigo em cada instante e aprender o quanto é precioso o que fizeste por mim, em Cristo lá na cruz. Quero conformar-me à tua imagem e estar em acordo com a tua vontade, que boa, agradável e perfeita para mim e para os teus filhos. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s