Isaque e a Vida de Oração

Meditação do dia 31/12/2018 

 E Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca sua mulher concebeu.”  (Gn 25.20)

 Isaque e a Vida de Oração – Esse versículo bíblico abrange um tema relevante e também um espaço de tempo considerável. Estamos falando de tempo suficiente para se estabelecer uma cultura de oração e intercessão para que a verdade da promessa divina viesse a acontecer. Vemos aqui, o quanto o projeto de Deus está muito bem seguro nas mãos do Senhor, e sendo tratado com responsabilidade e dedicação, para que do lado humano, tudo venha a produzir aquilo que no âmbito da fé, já é uma realidade. Isaque é fruto de uma promessa de Deus a um casal cuja esposa era estéril e mesmo assim Deus realizou sua promessa e lhes garantiu que em Isaque estaria a aliança e as promessas e nelas ele seria pai de muitas nações. Isaque se casou com a moça certa, providenciada por Deus de forma inequívoca; e agora se revela também uma mulher estéril. Parece brincadeira do destino, azar, provação, ou? O que você consegue ver? O que é que nós, hoje, muitos anos depois conseguimos diagnosticar e aprender com a situação de Isaque? Nem precisamos procurar em profundidade, porque tanto o texto e os contextos bíblicos e a própria experiência do caminha com Deus, já nos diz que as coisas não são simples, nem lógicas e racionais. O fato de ser uma promessa de Deus tem um peso considerável e da parte dele isso se cumprirá. Mas tem a nossa parte na tarefa. É aqui que entra a diligencia da fé: Precisamos orar como se tudo dependesse exclusivamente de Deus, mas precisamos trabalhar com tamanha determinação como se tudo dependesse de nós. Assim como o coração tem lá suas razões que a própria razão desconhece; assim também a vida espiritual tem suas lógicas e razoabilidades que só as leis espirituais justificam. Deus é Todo Poderoso, ele se basta a si mesmo, mas escolheu em sua multiforme sabedoria e graça fazer parcerias para certas áreas do seu governo e nós somos os parceiros escolhidos e ainda com toda a nossa limitação, ele conta conosco e respeitará os limites daquilo que somos e podemos. A fé racional diria que se Deus pretendia criar uma nação grande, o caminho viável, seria ter famílias com mulheres super férteis! Mas a história registra exatamente o contrário. Sara era estéril, Rebeca e Raquel e Lea (teve períodos de infertilidade), ou seja, todas as matriarcas da família da promessa, eram naturalmente obstáculos ao cumprimento da promessa. Onde podemos encontrar o fio de fé para a solução? Como dissemos, é a fé que permite ver o invisível, crer no incrível e realizar o impossível. Para Isaque, a promessa existia, era firme, então os obstáculos espirituais teriam que ser removidos pela fé. A oração é uma atividade do espírito, onde a fé opera. Para quem crer, duvidar ou desistir não está em questão. Pode levar um bom tempo, muito tempo, mas a vitória pertence aqueles que persistem e não aceitam nada que não seja o que Deus realmente prometeu. Isso valeu para Isaque, vale para você e para mim, sempre valerá!

 

Senhor, graças de damos por tua sabedoria em escolher os caminhos pelos quais teremos que passar e aprender as lições necessárias. Nossos caminhos não são os teus caminhos e os nossos pensamentos não são tão elevados como os teus caminhos; mas podemos aprender e apropriar pela fé daquilo que é nosso por direito em Cristo Jesus, amém.

 

Pr  Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s