A Arte de Cavar Poços

Meditação do dia 19/01/2019 

E tornou Isaque e cavou os poços de água que cavaram nos dias de Abraão seu pai, e que os filisteus entulharam depois da morte de Abraão, e chamou-os pelos nomes que os chamara seu pai.”  (Gn 26.18)

 A arte de cavar poços – Refazer um trabalho exige mais energia e custo do que fazê-lo da primeira vez; por isso restauração é sempre demorada, dispendiosa e se não for bem feita, pode se perdeu muito do valor. Também nem todos tem aptidões e motivação para restaurar algo que se julga precioso e importante. Se formos pensar em vidas humanos, o projeto de Deus é redenção, ou seja, uma completa libertação por preço pago. De fato, Deus faz nascer de novo a pessoa, mediante o poder da sua Palavra através da ação do Espírito Santo. A restauração exige uma parte de limpeza, e reorganização, colocando as coisas em ordem para então trabalhar. O principal da trabalho da igreja, é comunicar a mensagem do amor transformador de Deus em Cristo Jesus. Tudo o que o pecado destruiu e arruinou, a graça divina, perdoa, limpa, purifica e consagra novamente ao serviço do Reino. Começando pelo íntimo do homem, até atingir tudo o que foi criado e posteriormente danificado pela corrupção do pecado. A redenção vai abranger tudo e no final do apocalipse, encontramos que tudo será restaurado, para glória do Senhor. Gosto de conectar as linhas de pensamento sobre o processo de restauração que está em curso, através de cada indivíduo, mas também coletivamente, para que no devido tempo, tudo esteja consumado. No livro do profeta Isaías, ele menciona o futuro do Reino de Deus, claro, sob uma ótica israelita, mas que entendemos ser messiânica e assim a igreja tem parte no processo. No capítulo 58 ele cita passos muito claros e definidos: E os que de ti procederem edificarão as antigas ruínas; e levantarás os fundamentos de geração em geração; e chamar-te-ão reparador das roturas, e restaurador de veredas para morar (Is 58.12). Esse trabalho de edificar as antigas ruínas e levantar fundamentos de geração em geração e levar nome de reparador de roturas e restaurador de veredas para morar, são palavras proféticas muito precisas, abrangentes e que constrói esperança no trabalho da igreja de Cristo. Coisas boas foram levantadas e o pecado destruiu; há coisas nisso que se perde, mas há outras que podem, devem e serão restauradas. A obra de Cristo no Calvário é rica demais para caber na mentalidade limitada humana. Mas à medida que andamos com Deus, estreitando os laços de comunhão, vamos nos habilitando para receber novas e maiores revelações da sua graça. Uma alma é por demais preciosa para Deus, sabemos disso pelo valor investido por ele, o alto sacrifício de Jesus Cristo, o tamanho do amor de Deus e sem contar no esforço que o inferno faz para desencaminhar pessoas. Eu, Jason, sei que não me conheço tanto, mas eu creio no que Deus diz e no que ele fez; assim procuro valorizar a minha identidade e o que me foi outorgado em Cristo. Isaque voltou a lugares anteriores de sua peregrinação dos tempos de seu pai e encontrou preciosidades destruídas, arruinadas e entulhadas pelas pessoas que poderiam estar desfrutando daquelas bênçãos. Ele se pôs a trabalhar para restaurar e recuperar aqueles poços. Muito do trabalho ministerial da igreja e dos pastores e líderes é refazer aquilo que já esteve feito e o pecado, o descuido e a imaturidade soterrou. Assim como o Pai foi, é e sempre será paciente conosco até alcançarmos entendimento para abraçar a fé e o entendimento, assim precisamos replicar os cuidados dele, ainda que em escala menor, na vida das pessoas que vem à nós. Restaurar é uma arte, e com a unção e a graça do Senhor, vamos fazer o nosso trabalho. Não desanime e não desista.

Obrigado Senhor, por cavar os poços e nossa tarefa, mas a água que sacia e abençoa será sempre um presente do Senhor. Os povos podem não compreender isso, mas a tua graça nos basta e será sempre suficiente para nós, em nome de Jesus. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s