Rebeca, a Amada

Meditação do dia 15/03/2019 

 E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher, e amou-a. Assim Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe.”  (Gn 24.67)

 Rebeca, a Amada – a vida de Rebeca desde que aparece no cenário bíblico, é uma história muito bonita, um conto que pode ser cantado em verso e prosa, com o diferencial dos demais por ser verdadeiro e sem fada madrinha, bruxa ou feitiços. A história dela é de uma pessoa que creu em Deus e colocou sua vida a disposição do Reino para servir e era uma pessoa determinada, trabalhadeira, laboriosa e de uma simpatia cativante. Tem ingredientes de extrema beleza espiritual e disposição de enfrentar o desconhecido pela fé, sabendo que Deus estava no controle e mais do que isso, ela estava destinada a ser vencedora e vir a ser mãe de muitas nações. Ela cativou o coração e a simpatia do mordomo de Abraão e Isaque e pelas qualidades que ele identificou, sabia que seu senhor teria de fato uma esposa que fazia parte da aliança com o Deus eterno e que assim a aliança de entre Deus e Abraão estava muito bem encaminhada pela vida e testemunho de Rebeca. Isaque ficou satisfeito e as entrelinhas da história revelam isso, pois ele a amou à primeira vista e ela foi amada por toda a sua vida. Quando nos deparamos com relatos assim, ficamos com a sensação de que as coisas são muito fáceis para algumas pessoas e difíceis para outros, especialmente nós; mas a realidade é que todos os filhos de Deus passam por provações e enfrentam dificuldades na vida em todos os tempos. Ela apareceu na vida de Isaque como resposta das orações de Abraão e de Isaque certamente; todos os pormenores foram fora do comum e as provisões especiais de Deus podiam ser vistas o tempo todo. Mas o registro sagrado, se interrompe com a chegada e o casamento deles, mas não descreve o dia a dia que vivera e quando ela aparece novamente entendemos que a batalha de oração foi incessante para que a bênção prometida viesse a se materializar. Não fora fácil para Abraão e Sara, também não foi para Isaque e Rebeca. Mas hoje os celebramos como heróis da fé, porque lutaram e venceram, mesmo contra todas as adversidades. Esse é o papel de uma pessoa típica para representar o papel da igreja como noiva de Cristo. Vencerá sempre, mas para vencer é preciso lutar e prevalecer. Sem lutas, não tem vitórias!

 

Obrigado Senhor por vidas consagradas a ti e aos teus santos propósitos. Queremos olhar para os exemplos vencedores e dignos de serem imitados, para que possamos receber inspiração e confiança para continuarmos na caminhada que nos está proposta. Sempre poderemos contar com a tua graça e misericórdia, pois é assim que a obra redentora de Cristo está disponível a cada um de nós. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s