O Servo e o Senhor

Meditação do dia 05/04/2019 

“Então pôs o servo a sua mão debaixo da coxa de Abraão seu senhor, e jurou-lhe sobre este negócio.” (Gn 24.9)

 O Servo e o Senhor – Abrão e Eliézer estavam agora de pleno acordo sobre a missão. Os termos estavam claros e definidos. O servo estava com a responsabilidade de conduzir os próximos passos da vida do filho de seu senhor e isso tudo está ligado ao relacionamento deles com Deus e com a herança espiritual que Abraão recebera e tinha que passar adiante para que sua descendência efetivasse a promessa. Abraão fizera a escolha de adorar o Deus único, e não fez disso uma questão pessoal, mas promoveu a adoração e o conhecimento dessa fé entre os seus empregados e servos, e dava testemunho público para todos que tinham contato com ele e em muitas situações esses amigos e povos falaram do Deus de Abraão e receberam intervenções dele em suas vidas, por causa da aliança entre eles. O mordomo de Abraão estava familiarizado com a fé e o culto ao Deus altíssimo, de modo que se sentiu confortável quando seu senhor lhe afirmou que oraria para que o anjo de Deus o acompanhasse na viagem e fizesse prosperar seus passos, porque estava tudo dentro da aliança. Eliézer então fez o juramento exigido por Abraão, pois agora além de ter a palavra do seu senhor empenhada e esclarecidos as possibilidades da missão, ele também sabia que estava agindo dentro dos termos da aliança de bênçãos. A missão que lhe fora dada era de alta responsabilidade, mas também o dignificaria por executá-la dentro do esperado. Pensamos muito sobre status social e normalmente temos as preocupações de não estarmos sendo reconhecidos ou valorizados. A busca pela dignidade, sem a consciência mais básica do que é a própria dignidade, não faz muito sentido. Novamente eu volto ao ponto da questão cultural e mentalidade ocidental que nos alija de vermos determinadas verdades como elas são. Filtramos muito conhecimento bíblico com as lentes modernas e com os conceitos da atual situação e condição humana de independência e individualidade exacerbada. Olho para as págínas de Gênesis e olho o relacionamento de Deus com tantas pessoas, de altíssimo nível de intimidade e revelação; onde o sobrenatural se manifestava de maneira tão fácil e fazia parte do dia a dia de todos eles, que a comunhão era admirável. Na Nova Aliança, basicamente metade da população do mundo conhecido basicamente era escravizada, em diversos níveis e foi onde a Igreja nasceu no poder do Espírito Santo e foi missionária e revolucionária, sem nunca levantar movimentos de rebelião e passeatas com cartazes dizendo “abaixo isso, ou aquilo.” Na igreja cristã, servos e senhores se convertiam e adoravam juntos e uns ministravam aos outros como irmãos em Cristo e membros de um mesmo corpo. Depois da adoração comunitária, voltavam as suas vidas cotidianas e cada um no seu quadrado. Eu quero muito encontrar o ponto de equilíbrio, pois eu creio que Deus está certo e que o seu Reino prevalecerá sobre os reinos humanos e até os absorverão, como visto na visão de Daniel: “Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre, da maneira que viste que do monte foi cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro; o grande Deus fez saber ao rei o que há de ser depois disto. Certo é o sonho, e fiel a sua interpretação” (Dn 2.44,45).

 

Senhor, obrigado por seu o meu Deus e o meu Senhor. Compreendendo isso bem, já me basta, pois és fiel e os teus planos são perfeitos. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr  Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s