Mais Importante do que Comida

Meditação do dia 17/04/2019 

 “Depois puseram comida diante dele. Ele, porém, disse: Não comerei, até que tenha dito as minhas palavras. E ele disse: Fala.” (Gn 24.33)

 Mais Importante do que Comida – Me parece que a versão brasileira desse episódio seria: “Enquanto comemos, vamos conversando sobre o que vim fazer aqui!” Depois de uma jornada cansativa e toda aquela expectativa na beira do poço e finalmente estar bem instalado e com uma boa refeição caseira, substituindo as comidas improvisadas de viagem, seria considerado natural que comessem, dormissem e no dia seguinte já restauradas as energias, então tratariam de negócios. Mas não estamos falando de uma pessoa comum em uma situação comum, com finalidades comuns. Tudo ali era especial e de grande significado para eles naquele momento e para a posteridade, que inclui a todos nós hoje. Algo muito significativo nas Escrituras e daí estender-se para nossas vidas, como seguidores de Jesus, é a importância que as prioridades tem; já por definição elas tem preferencia não só na ordem dos acontecimentos, mas também na prática da vida. Prioridades são prioridades. As coisas espirituais devem prevalecer sobre as naturais; a vontade divina deve prevalecer sobre as humanas; a obediência aos princípios eternos são mais necessários que em relação as questões ordinárias do dia a dia. As pessoas em suas funções precisam ter noções precisas de suas atividades e responsabilidades, porque disso depende não só o seu sucesso, como a possibilidade de outros elos da corrente realizarem suas partes. O mordomo da nossa meditação tinha plenos poderes e sabia perfeitamente o seu lugar, e as prioridades que deveria adotar e as tratou com a distinção que mereciam, acima do seu conforto e bem estar pessoal ou de sua equipe. Nosso maior exemplo e modelo de viver e servir é Jesus, e como tal ele também era muito preciso nos seus movimentos. Quando da entrevista com uma mulher à beira do poço em Samaria, ele surpreendeu seus discípulos, que entendiam que estava na hora de comer e depois fariam mais pregações e etc., mas o mestre disse algo diferente para eles: “E entretanto os seus discípulos lhe rogaram, dizendo: Rabi, come. Ele, porém, lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Então os discípulos diziam uns aos outros: Trouxe-lhe, porventura, alguém algo de comer? Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra” (Jo 4.31-34). Jesus entendia de prioridades e fazer a vontade de Deus estava no topo da sua lista, até mesmo acima de comida e conforto. Já havia demonstrado isso, quando da tentação lá no deserto, no início do seu ministério. Outro texto que me incita a pensar nas responsabilidades em vez de se envolver em prazeres e comilanças, foi nos dado pelo rei Salomão: “Ai de ti, ó terra, quando teu rei é uma criança, e cujos príncipes comem de manhã. Bem-aventurada tu, ó terra, quando teu rei é filho dos nobres, e teus príncipes comem a tempo, para se fortalecerem, e não para bebedice” (Ec 10.16,17). Claro que não há nada contra uma boa refeição ou um bom banquete, como apreciamos um bom churrasco entre familiares e amigos ou em celebrações com irmãos na fé. Mas tudo deve ter o seu tempo e o seu lugar. É essa a grande lição de mordomia de Eliézer, que estava focado na tarefa e em saber que não estava postergando nada, ou deixando em risco uma missão tão importante. Estamos vivendo dias importantes para a história da igreja e aproximando cada vez mais do que consideramos o nosso grande dia; isso urge e demanda dedicação e concentração naquilo que realmente importa.

 

Pai, graças te rendemos por nos honrar com a participação nas grandes decisões do destino da humanidade através do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Toda a obra consumada na cruz está disponível a todos mediante a fé e cumpre a nós, como igreja, anunciar e incitar os homens a colocar em ti a confiança para a salvação de suas almas. É um privilégio ser alcançado pela graça e igualmente fazer parte do ministério da reconciliação. Obrigado por nos capacitar no poder do Espirito Santo, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s