Papel de Pai

Meditação do dia 07/06/2019 

 “E Deus Todo-Poderoso te abençoe, e te faça frutificar, e te multiplique, para que sejas uma multidão de povos;(Gn 28.3)

 Papel de Pai – O estudo geracional com base nos ensinamentos da Bíblia aponta o quanto o papel do pai é fundamental para implementar nas vida dos filhos as bênçãos de Deus e guia-los rumo ao conhecimento satisfatório de suas identidades e seus destinos. Os pais hebreus receberam esse modelo de criação de filhos do próprio Abraão, que abraçou a fé em Deus, como o Altíssimo, o Criador dos Céus e da Terra. A missão deles não era apenas fortalecer um conceito de fé monoteísta e de um Deus que não aceitava se representar por aparência física, como estátua, totem ou qualquer figura. Pensando num conceito mais profundo de fé, o patriarca não se envolveu com religião nenhuma; na verdade ele desenvolveu um relacionamento muito pessoal com Deus. A fé de Abraão estava centrada no relacionamento e não nos afazeres de rituais e obrigações. Os patriarcas essencialmente mantiveram esse nível de relacionamento; tudo muito pessoal e dinâmico, sem intermediários e sem regulações pesadas. Com o advento da nação se formando e com o cumprimento da promessa de leva-los à Terra Prometida, se fazia necessário a institucionalização da nação, porque já era muito numeroso e a convivência prolongada com os egípcios e outros povos politeístas e isso facilmente contaminaria o povo escolhido. Moisés e sua equipe de liderança, foram então os agentes da formação da nação e suas regulamentações. Assim veio a escrita das leis e rituais que se incorporariam na constituição da nação. Ali os pais foram contemplados com diversas citações para que se responsabilizassem pela transmissão de geração em geração do conhecimento e da fé no Deus de Israel. Uma dessas citações mais conhecidas acontece na repetição das leis: “Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; e as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas” (Dt 6.4-9). O que Isaque fez no nosso texto da meditação de hoje, foi exatamente isso; ele assumiu o seu legítimo papel de sacerdote de sua casa e chamou o filho que ainda se mantinha com disposição de andar nas alianças dos pais e deu-lhe instruções claras sobre o que fazer naquela situação, que seria o meio claro de evitar um conflito sangrento com Esaú; adquirir maturidade e responsabilidade através do trabalho pessoal e sob a tutela inicial do tio materno, em uma terra estranha para ele. Isaque confirmou a bênção paternal que havia proferido sobre Jacó, mas de forma inconsciente, porque foi por engano que o fizera. Agora ele o faz proposital e com autoridade, profetizando sobre o filho para as próximas gerações. Para nossos dias, precisamos que os pais, além de orar pelo bem estar físico, emocional e segurança dos filhos, precisam profetizar sobre suas promessas e impetrar a bênção pessoal, que como sacerdote e pai, você e eu temos autoridade e autorização para fazer.

 

Senhor, em teu nome e no poder do nome de Jesus, liberamos a bênção do entendimento espiritual para os pais e mães que estão lendo essa meditação, para que sob a unção do Espírito Santo percebam o potencial que o Senhor distribuiu a cada dos filhos e assim eles confirmem os teus bons propósitos e transformem o desejo e sonho de seus corações em ações de sacerdotes sobre seus filhos e famílias para ministrarem no poder de Deus e assim produzir gerações de filhos abençoados e bem sucedidos, cheios do temor do Senhor e comprometidos com o Reino e sua obra aqui na terra. Em nome de Jesus, oramos em fé. Amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s