Água Para o Rebanho

Meditação do dia: 28/06/2019

 “E olhando viu ali um poço no campo, e três rebanhos de ovelhas deitadas juntos dele; pois desse poço se dava de beber aos rebanhos; e havia uma grande pedra sobre a boca do poço.” (Gn 29.2 )

Água Para o Rebanho – Ao admirar a história de Jacó e todos os fatos e eventos que o acompanharam, forneceram as preciosas lições que hoje nos permite edificar-nos através de olhar para aquilo e aplicar em nossas vidas pessoas, em nossos ministérios, em nossas famílias, nas igrejas e no relacionamento com Deus em infinitas áreas. Hoje podemos olhar para a cena naquele campo, em volta daquele poço rodeado de rebanhos de ovelhas e ainda outros haveriam de chegar ali, como o do seu tio e futuro sogro, aos cuidados de Raquel, (que já dá margem para outras histórias que ainda vamos aproveitar). Rebanhos, nos remete à pastoreio, cuidados que nos traz para o campo ministerial; onde servimos como pastores e nunca deixamos de ser ovelhas. Não tem como pensar em pastoreio, sem pensar no Salmo 23, onde Jesus nos é apresentado como o bom e verdadeiro pastor de nossas almas, aquele que nos conduz à pastores verdejantes e águas tranquilas, andando conosco até mesmo em vales escuros e perigosos.  Gosto da ideia de pensar em Jacó, chegando ali, e vendo aqueles rebanhos sendo cuidados, aguardando o momento combinado para fazerem esforços conjuntos dos vários pastores, para o benefício dos vários rebanhos. Cooperação é sempre bom e construtivo. Uma tarefa que precisa ser feita e não havendo cooperação entre os vários trabalhadores, dificulta para todos. Há um poder ilimitado na exponencialidade. A força de um, é mais que dobrada por dois e assim sucessivamente. Isso nos permite aludir aos empreendimentos da igreja local, onde a mão de obra pode ser aumentada com a participação de mais pessoas. Não precisa deixar tudo para o pastor ou líder; você é muito útil e sua força pode ser somada a dos demais que já estão envolvidos e às vezes sobrecarregados. Pode ser olhado do ponto de vista da cooperação denominacional. No meu caso, pertenço à CBN/ORMIBAN, então eu sou a CBN, eu sou a Ormiban, minha participação e cooperação faz dela(s) serem o que são e estarem onde estão na atualidade. Aqueles pastores estavam aguardando a chegada de todos os demais para juntos realizarem aquela tarefa rotineira de cada dia de remover a pedra, dar água aos rebanhos, cobrir o poço e voltarem às demais atividades. Pelo que Jacó observou, eles tinham que fugir de uma rotina mais adequada ao pastoreio, em termos de horários úteis, devido as suas dificuldades com aquela pedra; vejam bem, pedra era para eles um problema, mas também uma solução e proteção. Era difícil de remover e não podia ser feito isoladamente, precisava de cooperação e para isso, amizade, companheirismo e solidariedade. Ela também protegia o poço de forma que eles podiam contar com aquela preciosa dádiva, que não era poluída e nem sofria danos com a possível queda e morte de algum animal. A mesma que coisa que parece ser nosso problema, pode ser também o fator de unidade e proteção. Como é visto por cada um de nós? O que na sua jornada parece um empecilho, mas na verdade pode ser uma bênção?

Senhor meu Deus, meu pastor, obrigado por abrir os meus olhos para que possa ver as coisas de uma forma mais construtiva e positiva. Situações ou pessoas podem ser instrumentos em tuas mãos para me disciplinar e guiar-me a caminhos melhores. Obrigado por instruir-me no caminho de um pastoreio melhor ao mesmo tempo, que como ovelha, posso ver e receber os teus cuidados. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s