Issacar

Meditação do dia: 02/08/2019

  “E ouviu Deus a Lia, e concebeu, e deu à luz um quinto filho. Então disse Lia: Deus me tem dado o meu galardão, pois tenho dado minha serva ao meu marido. E chamou-lhe Issacar. (Gn 30.17,18)

 Issacar – Não percamos a conta, esse é o nono filho de Jacó, o quinto com Lia. Esse foi o resultado do aluguel que Lia fez com a irmã, em troca de umas frutas chamada Madrágoras. Ela concebeu e ao nasceu o filho, atribuiu essa bênção como uma recompensa, ou galardão de Deus a ela por haver se esforçado para ter filhos, à ponto de dar sua serva ao marido. Outra versão desse nome é “acordo” mais ligado ao contrato de aluguel. Não podemos negar que essas duas mulheres batalhavam mesmo por ver cumprido em suas vidas a promessa de Deus ao marido Jacó; e muito menos faltou religiosidade ao entenderem que seus filhos eram dádivas divinas, o que as tornavam bem-aventuradas e abençoadas entre as mulheres de seus dias e por todas as gerações futuras. Ao olharmos para a luta delas, podemos ver lições que nos inspiram a correr atrás dos nossos sonhos, especialmente os sonhos que nos foram dados por Deus. Acredito ser oportuno, dizer aqui algumas palavras, que por mais que lhe venham a soar estranho, não o é de todo estranho. Me refiro, a idéia fixa de muitas pessoas, que o único interesse de Deus em nós tem à ver com o culto e as atividades ministeriais. Sendo assim, sendo fiel nesses quesitos, estamos aptos a alcançar a sua aprovação e a nossa realização está nesse contexto. Não! Isso não é verdade plena. Deus nos criou para a sua glória e o fez de forma intencional, dentro de um plano e de um projeto. Nós glorificamos a Deus sempre que agimos e somos o que realmente é a nossa essência. Quando alguém vive plenamente, como pessoa, como cidadão e desenvolve as suas potencialidades e cumpre um papel, tanto social, quando espiritual, de forma que ele se realiza e abençoa aos que o cercam, ele está glorificando a Deus. Um médico, um cientista, um artesão, um professor, um agricultor, um pastor ou missionário, são tão motivos de glória ao Senhor Deus, quando um adorador ministerial. Não apenas os evangelistas, missionários que levam a Palavra a lugares remotos, ou os pregadores que alcançam milhares de ouvintes simultaneamente, que estão fazendo a obra de Deus e assim trazendo glória ao seu nome. Gosto de imaginar a humanidade, como uma grande família, grande mesmo, com muitos filhos. O pai ama a todos e se alegra de vê-los servindo uns aos outros e realizando grandes coisas e progredindo. Quando os filhos crescem eles assumem suas vidas e vão dirigi-las por si mesmos e muitos reproduzem suas origens, outros copiam apenas alguns aspectos e outros, criam versões novas, umas boas e outras nem tanto. Com exceção ao pecado, todos os demais aspectos da realização humana agrada a Deus. Jacó estava construindo uma família, sob as bênçãos de Deus e muitos aspectos do que aconteceu, nós reprovamos, ou rejeitamos socialmente as ações, mas levamos também em conta, que eles andavam na luz daquilo que possuíam e a linha central foi mantida e assim, foram contados como pessoas que agradaram a Deus.

Pai, obrigado por seu santo em tudo e em todas as coisas; por entenderes as fraquezas e as iniciativas humanas, que nem sempre são as melhores opções, mas agora temos muito mais luz e mais revelação do que possuía Jacó e suas esposas. Nosso desejo é agradar a ti e realizar os teus propósitos em nosso tempo e assim os aspectos da obra da redenção que estão à cargo da igreja, sejam de fatos consumados e as boas novas possam chegar a todos os homens para que creiam e se salvem, pela obra perfeita de Jesus lá na cruz. Em nome dele oramos agradecidos. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s