Qualidade no Serviço

Meditação do dia: 09/08/2019

  Então lhe disse: Tu sabes como te tenho servido, e como passou o teu gado comigo. (Gn 30.29)

 Qualidade do Serviço – Gente servindo e trabalhando é o que não falta. Mas qual a qualidade desse servir e desse serviço? Estamos falando aqui também de motivação interior. Muitas coisas e fases que acontecem em nossas vidas são etapas de preparo para outras que virão. Abraão era muito rico e tinha muitos servos a seu serviço, mas nenhuma era como Eliézer. Isaque herdou tudo do pai e teve muitos servos e gente de serviço. Jacó era filho de pais ricos e podia dedicar-se ao que bem lhe interessasse. O registro bíblico é de que ele era uma pessoa simples e caseira, que caía nas graças da mãe. Quando foi embora de casa, para Harã, mostrou que sabia pastorear rebanhos e tinha habilidades ímpares e serviu, não sobrinho rico, mas como um servo ao seu tio e trabalhou seriamente, dia e noite com muita dedicação e eficiência. Os frutos do seu trabalho, servindo foi visto e reconhecido pele tio, que lhe fez proposta para que não saísse do trabalho e voltasse para sua casa e família em Canaã. Um herdeiro rico, também herdeiro espiritual de um legado verdadeiramente importante, passou uma grande parte de sua vida servindo em atividades que qualquer um poderia dizer que estava fora de sua verdadeira condição social. O que Jacó aprendeu e o que ele tirou de proveito de todas essas experiências? Quantos estão dispostos a servir em nível abaixo do que considera o seu nível? Todos os três leitores mais assíduos desses escritos sabem que considero o trabalho uma bênção e uma dádiva de Deus. Nunca o vi como castigo ou punição e não se trata da minha humilde opinião; essa é a verdade bíblica. O trabalho dignifica, da sentido à vida, a pessoa se torna útil e beneficia sua comunidade e deixa uma marca e um legado. A possibilidade de desenvolver seus talentos e habilidades, pode levar um trabalho simples a ser visto até mesmo como uma arte. Nos tempos que servi entre os capixabas, fomos realizar uma reunião da Ordem de Pastores em Guarapari, e o combinado era que os anfitriões servissem uma Moqueca caprichada no almoço. Na tarde do dia anterior foi com o Pastor Nelson Lucas Alvim, comprar os peixes dos pescadores que chegavam do mar e ali mesmo havia pessoas que ganhavam a vida limpando peixes e fiquei observando o trabalho deles no manuseio e aquilo me deixou admirado, eu não queria acreditar até que cronometrei o tempo deles, enquanto batiam papo animados gastavam em média 15 segundos por peixe. Aquilo não era serviço, era arte. Em todas as áreas há pessoas que dão verdadeiros shows simplesmente ao realizar suas funções, que muitos consideram trabalhos de pouca importância. Paulo segure: Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo só na aparência, como para agradar aos homens, mas em simplicidade de coração, temendo a Deus. E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis (Cl 3.22-24). A quem de fato eu sirvo com meu trabalho? Estar ciente de que qualquer que seja a função, eu sirvo ao Senhor, me mantem motivado à excelência e a alegria em fazer.

Obrigado Pai, por servir é posição de dignidade no Reino. Jesus serviu-nos, o Espírito Santo ainda está nos servido, e o Pai olha por nós o tempo todo, sem descuidar e sem deixar nada faltar. Nossos maiores heróis, foram bons em servir. Obrigado pela oportunidade de servir no meu tempo. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s