Família Unida

Meditação do dia: 24/08/2019

  Porque toda a riqueza, que Deus tirou de nosso pai, é nossa e de nossos filhos; agora, pois, faze tudo o que Deus te mandou. (Gn 31.16)

 Família Unida – A união tem uma força poderosa e ninguém pode negar isso. Uma família então, não importa se ela é pequena ou grande, se tem muitos ou poucos recursos, o importante é o fator unidade; quando se propõem viver isso, as chances de alcançarem seus objetivos se multiplicam exponencialmente. Esse conceito é aplicado por Jesus, quando fala que um reino dividido não prevalece. Jacó iniciou sua família e seus planos originais era se casar com Raquel e formar uma família grande. Esses eram os seus planos, mas eles foram alterados e Lia veio a se tornar sua esposa e foi ela que gerou seus primeiros quatro filhos. Criou-se um clima de rivalidade entre as duas e a disputa pela preferencia e afeto do marido deu lugar a uma corrida desenfreada com algumas hostilidades e chantagens emocionais. Apareceram as concubinas e mesmo assim o clima era tenso; mas a família crescia muito, chegando a onze filhos e uma menina. Quando o coração de Jacó se inclinou para voltar as suas origens em Canaã, recebeu novas propostas de trabalho e ali eu viu a possibilidade de fazer algo em prol de sua família, adquirindo algum patrimônio. Tudo deu certo, quando tudo poderia ter dado errado; Deus interviu e mudou a sua sorte quando o tio e sogro planejava lhe passar a perna e deixa-lo sem nada. Pessoas com intenções dissimuladas, inclinadas ao mal, sempre irão desconfiar de que todos agem contra elas e tramam conspirações para usurpar-lhes os direitos; sendo na verdade exatamente o contrário. Labão prosperara e se tornara rico devido a bênção de Deus sobre a vida de Jacó e seu trabalho dedicado. Mas a versão da história para ele, era que Jacó seria uma ameaça e poderia tramar para ficar com parte da sua riqueza. O rei Davi citou um provérbio que descreve bem essa atitude de Labão e de todas pessoas que tem esse sistema de proceder: Como diz o provérbio dos antigos: Dos ímpios procede a impiedade; porém a minha mão não será contra ti(1 Sm 24.13). Nesse encontro no campo, Jacó pode experimentar que a sua família estava ao seu lado e unida, reconhecendo que não houvera uma atitude ruim da parte de Jacó, mas uma legítima transferência de riqueza, feita por Deus, ficando na verdade dentro da família, pois agora aquilo pertencia a elas e a seus filhos. Elas incentivaram a Jacó a decidir segundo a direção de Deus. As coisas convergiam para aquilo que estava dentro da Aliança de Deus. Mesmo quando nem todos tem a mesma visão, é possível confiar na direção daquele que está na liderança; elas agiram assim e é isso que Deus espera de todos nós.

Senhor, graças damos pela direção que tens para nossas vidas e nossas famílias. Elas tem propósitos elevados a serem alcançados e precisamos estar unidos em ti mas também unidos entre nós, para vencermos juntos. Precisamos conhecer o teu caráter santo e tuas propostas de paz para guiar nossos passos. Teus planos tem começo meio e fim e em todas as etapas, tu andarás conosco, porque tens uma aliança de bênçãos com os teus filhos. A cruz de Cristo nos aproxima e permite sermos os teus filhos e assim sermos guiados pelo teu Espírito Santo. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s