Maanaim

Meditação do dia: 17/09/2019

  “E Jacó disse, quando os viu: Este é o exército de Deus. E chamou aquele lugar Maanaim. (Gn 32.2)

 Maanaim – A nova etapa a jornada de Jacó, começou muito bem, obrigado; começou com uma revelação de anjos. Como vocês sabem, anjos são espíritos ministradores a serviço dos filhos e servos de Deus. Não são porventura todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação?” (Hb 1.14). São seres celestiais criados por Deus, com habilidades e autoridade delegada pelo Criador para missões de intervenção aqui entre os humanos. São muitos e estão distribuídos em hierarquias com campos de atribuições e tarefas que exercem para que a vontade de Deus seja feita. Em resumo, são servidores de Deus. Não devem e nem podem ser adorados, conforme a teologia cristã, pois nossa concepção de fé, diz que só Deus pode ser adorado e servido e como tal só reconhecemos um Deus verdadeiro, representado em Trindade, Pai, Filho e Espirito Santo. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam (Mt 4.9-11). Sem dúvida alguma é maravilhoso ter uma experiência espiritual na qual Deus permita ver coisas no plano espiritual, como anjos por exemplo. É uma permissão temporária e por razões específicas para cumprir determinados fins da economia divina, que acontecem esses fatos. Como servos de Deus, isso não deve deslumbrar a pessoa à ponto de desviar a sua fé e atenção de Deus que o Criador e sustentador de todas as coisas e é a Ele a quem servimos e adoramos. Não oramos a anjos, podem sob instruções divinas na intervenção, conversão passar e receber informações. Oração é culto, e culto só para Deus. Jacó estava passando por momentos importantes e cruciais de sua vida e as suas experiências com Deus o levaria a tomar atitudes que mudariam e fariam a diferença no seu ministério. Ele precisa ser encorajado e fortalecido, pois havia tomado a decisão firme de obedecer a Deus e voltar para Canaã e à casa de seus pais, para reassumir a sua posição de herdeiro da aliança celebrado anteriormente entre Deus e Abraão, ratificada com Isaque e na sua ida para Harã, recebera de Deus a palavra de que era ele o próximo elo dessa corrente de bênçãos que se estenderia para todas as famílias da terra. Ele deixara coisas pendentes ao sair de cada em Canaã e agora estava se aproximando cada vez mais de um encontro com Esaú, seu irmão. Esaú é uma figura das coisas ruins e erradas que deixamos para trás sem acertar e tocamos a vida, andamos com Deus e passamos a fazer as coisas da maneira certa; crescemos, somos abençoados e progredimos e Deus reitera que tem promessas maiores e mais conquistas à nossa frente, mas aquilo que ficou travado, precisa ser trabalhado e colocado às claras. Todos temos que encarar o nosso Esaú um dia, mais cedo ou mais tarde. Não eram poucos anjos, fato é que Jacó, entendeu que ali era um acampamento de Anjos, e nesse caso, eles iriam agir em seu favor. Todos estamos conscientes do que denominamos de “batalha Espiritual,” isto é a luta entre o bem e o mal, as forças invisíveis do mundo espiritual que trabalha para manter o equilíbrio e o governo divino sobre a criação. Embora há exageros e extremos no estudo e nas apresentações sobre o tema entre as igrejas e pregadores, mas o fato é que isso existe sim, e quer a pessoa creia ou não, ela está inserida nessa batalha; quanto mais conhecimento bíblicos e preparo espiritual, mais ela pode lograr vantagens e cooperar com o exército divino que luta pelo bem e pela verdade. No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais (Ef 6.10-12).  Acredite, Deus está sempre do nosso lado, se andarmos na verdade e na luz daquilo que conhecemos e formos obedientes. Os conflitos da vida nos ajudam a crescer e ganhar musculatura espiritual. Em todo tempo é tempo de aprender, crescer para aprender a aprender e a crescer e é vida que segue.

Senhor obrigado pela luta de cada dia que nos mantém despertos, atentos e vigilantes, sabendo que o adversário anda em derredor procurando ocasião para entrar, roubar, matar e destruir, mas conosco está aquele que é, que era e que há de vir, o que não perde uma sequer batalha. Graças, pela proteção, mesmo quando nem mesmo sabemos que estamos sob ataque, a tua mão e o teu cuidado nos protegem e nos livra. Obrigado pela cobertura do sangue de Jesus, que derramado lá na cruz do Calvário, cobre o valor da nossa redenção e nos mantém à salvo das intenções do mal. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s