Deus Falou Em Visões de Noite

Meditação do dia: 19/12/2019

 “E falou Deus a Israel em visões de noite, e disse: Jacó, Jacó! E ele disse: Eis-me aqui.” (Gn 46.2)

Deus Falou Em Visões de Noite – Que Deus fala ninguém dentre nós cristãos tem qualquer dúvida. É até um argumento da lógica da fé – sendo Ele um ser inteligente, certamente se comunicaria com suas criaturas. O modo como Deus se faz revelar a cada um de nós, difere de pessoa para pessoa. Não quero dizer que para com uma pessoa só acontece assim e para com outra só acontece assado. Qualquer tentativa de encaixotar Deus num padrão inflexível, rígido, é impossível, afinal Ele é Deus! Observado as diversas manifestações nas Escrituras, com uma mesma pessoa, aconteceu de formas diferentes, como com Abraão, que houve vezes que foram por sonhos e visões noturnas, presenciais através de anjos, ou uma voz inconfundível e também orientações que consideramos uma voz interior que fala ao coração. Como o testemunho do Espírito Santo confirmando a nossa filiação divina. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus (Rm 8.14-16). Esse texto de Romanos, inclusive serve de base para confirmar que uma das maneiras preferencias de Deus falar conosco e confirmar sua vontade é através de sua paz no nosso interior. Quando oramos e colocamos algo diante dele e esperamos uma ajuda para decidir, a paz interior é a maneira número um de descobrirmos sua orientação. Para quem já tem prática de ministração da Palavra de Deus, via pregação, palestra, ensino ou até mesmo compartilhar um devocional ou testemunho, sabe que à medida que se ora e pede direção e orientação para o momento da ministração, sente-se uma confirmação ou reprovação de todo ou parte do material ou roteiro que se planeja. Por vezes, prepara-se um sermão, escreve e esboça tudo como manda as boas regras da homilética e em dado momento o coração perde a paz em ministrar aquilo ou parte daquilo. Quem já insistiu sabe que o resultado compensa a teimosia. Meu conselho, por experiência é que se deve usar a fé e descansar no cuidado do Espírito Santo para a nova direção que ele pretende. Se ele reprovou o que estava sendo preparado e se a pessoa percebeu à ponto de ficar incomodado, então significa que ela está ouvindo a direção do Espírito, está havendo comunicação e o próximo passo é pedir ou seguir a nova direção. Saiba que Deus não iria tirar a mensagem do pregador e não dar outra em substituição; a menos é claro, que a intenção divina seja substituir também o pregador! Aí é questão de discernimento e estar disposto a obedecer. Depois de um dia de adoração oferecendo sacrifícios, Deus se manifestou à noite ao rei Salomão: Naquela mesma noite Deus apareceu a Salomão, e disse-lhe: Pede o que queres que eu te dê (2 Cr 1.7). Com o rei Davi, sobre a pretensão de construir um templo, Deus agiu de outro modo: “Então Natã disse a Davi: Tudo quanto tens no teu coração faze, porque Deus é contigo. Mas sucedeu, na mesma noite, que a palavra de Deus veio a Natã, dizendo: Vai, e dize a Davi meu servo: Assim diz o Senhor: Tu não me edificarás uma casa para eu morar (1 Cr 17.2-4). Outra situação muito bonita, foi sobre o nascimento de Jesus, com Simeão e Ana. Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor. E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse: Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra; Pois já os meus olhos viram a tua salvação… E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser… E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia. E sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus, e falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém (lc 2.25-30,3638 ). São muitas as evidencias e modos diferentes de se ouvir a voz de Deus. Poucos foram como Moisés: E falava o Senhor a Moisés face a face, como qualquer fala com o seu amigo; depois tornava-se ao arraial; mas o seu servidor, o jovem Josué, filho de Num, nunca se apartava do meio da tenda (Ex 33.11). Quando Arão e Miriã pisaram na bola, o Senhor os chamou para uma conversa ao pé do ouvido: E disse: Ouvi agora as minhas palavras; se entre vós houver profeta, eu, o Senhor, em visão a ele me farei conhecer, ou em sonhos falarei com ele. Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa. Boca a boca falo com ele, claramente e não por enigmas (Nm 12.6-8). Deus ainda fala hoje. O requisito principal para ouvir sua voz é acreditar que Ele fala e se dispor a ouvir e seguir suas orientações.

Pai, as tuas Palavras são fiéis e verdadeiras em todo tempo. Somos agraciados em poder ouvir a tua voz e seguir as tuas instruções, como dissestes ao profeta: Clama a mim e responder-te-ei… nós cremos e o nosso coração tem disposição de obedecer e seguir ao Senhor. Obrigado pela presença do Espírito Santo em nosso interior para nos guiar a toda verdade e fazer-nos compreender verdades espirituais. Somos gratos, no nome poderoso de Jesus, a maior revelação de Deus aos homens. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s