Livramento

Meditação do dia: 06/07/2020

 “E ouvindo-o Rúben, livrou-o das suas mãos, e disse: Não lhe tiremos a vida.” (Gn 37.21)

O Livramento  – Em termos de cronologia, atribui-se o livro de Jó, ou a pessoa de Jó como alguém que viveu contemporâneo de Abraão. Todos somos admiradores de pessoas que tiveram grandes experiencias espirituais e deixaram um legado muito rico para todos os que vieram depois e tem o privilégio de conhecer as suas experiencias que foram registradas na Palavra de Deus. Um grande princípio espiritual ensinado ou aprendido por Jó e que me admira muito, foi dito por Jó, diretamente a Deus, no final do ciclo de sofrimento e provação. Quando o Senhor o chamou no escritório para uma conversa, ele fez a seguinte confissão: “Então respondeu Jó ao SENHOR, dizendo: Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido” (Jó 42.1,2). Deus tinha planos de treinar e equipar José para as próximas etapas onde ele seria uma peça fundamental na engrenagem da formação da nação, e ela precisaria de uma berço, ou digamos, uma incubadora, que estrutura suficiente para abriga-la e lhe dar condições de crescer. Nada melhor que o Egito, um império consolidado e com as condições necessárias. José teria ali as condições para florescer e no tempo de Deus, com as pressões e ajustes certos se tornaria habilitado o suficiente. Os irmãos dele não tinham uma visão de médio longo prazo, nem para eles mesmos e muito menos estavam contemplando as promessas de Deus na aliança e completamente cegos pelo ódio, rancor e emoções desequilibradas, se propuseram a matar José, para livrar-se de uma possibilidade futura dele vir a ser um líder sobre eles. Há um fator muito interessante, que tenho pensado e lidado com ele, inclusive no discipulado de líderes recentemente; trata-se de fatores de bênçãos dadas por Deus, que se tornam nossos adversários e até nos impõe o risco de pecado e ações destrutivas. Por exemplo: nossas emoções. Elas são um dom, um presente do Criador e são componentes naturais do ser e da personalidade humana. As emoções são parte da alma, juntamente com o intelecto e a vontade. Nossas emoções precisam estar sob o controle do Espírito Santo, que habita no nosso espírito. Ninguém deve dirigir sua vida e tomar decisões importantes sendo guiado pelas emoções; elas são muito voláteis e sobem e descem ao sabor dos ventos. O cristão vive e toma decisões seguindo o seu espírito, controlado e cheio do Espirito Santo, esse é um domínio da fé, e fé é do espírito e não da alma, ou da carne. “Mas o justo viverá pela fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele” (Hb 10.38). Cuidado com suas emoções, mantenha elas sob controle e aja pela fé, por aquilo que você acredita, não pelo que sente. Muitas das lutas e dificuldades, oposição que sofremos, mexe imediatamente com as nossas emoções e se reagimos ao sabor daquilo que nos atiça, certamente faremos escolhas ruins. Os irmãos de José, estavam agindo por ódio, rancor, inveja, ciúmes, vingança e egoísmo. Mas graças a Deus, que ali estava Rubén, com a cabeça no lugar e mesmo não vendo condições de confrontar diretamente os irmãos, ele conseguiu ser o instrumento de Deus para produzir livramento para José; a intenção dele era boa, de devolver o garoto ao pai; mas Deus precisava apenas que ele evitasse o pior naquele momento, porque os planos para com José, era outro e logo iniciaria a próxima etapa. Se José a uHaha voltasse para Israel, tudo seria diferente. Hoje, temos lições a observar: Cuidar das emoções para que fiquem sob controle e observar se podemos ser o instrumento de Deus para livramento de alguém ou quem será o instrumento de Deus para nos prover livramento. Usemos a fé!

Senhor, graças te damos por saber que os teus planos para nossas vidas são grandes e firmes e estão ligados a um plano maior. Obrigado pelas pessoas que são maravilhosas e possuem grandes experiencias contigo e com a vida de oração e comunhão; elas podem nos abençoar, assim como também podemos ser ferramentas em tuas mãos para livrar e abençoar outras vidas. Te louvamos e agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s