Lançado na Cova

Meditação do dia: 07/07/2020

 “Também lhes disse Rúben: Não derrameis sangue; lançai-o nesta cova, que está no deserto, e não lanceis mãos nele; isto disse para livrá-lo das mãos deles e para torná-lo a seu pai.” (Gn 37.22)

Lançado na Cova – O que significa “ser lançado numa cova?” Podemos responder dizendo o que pensamos e entendemos ser a resposta mais adequada; mas também podemos responder, nos identificando como se nós mesmos estivéssemos sendo jogados na cova. Provavelmente, haverá mudanças no significado. O escritor sagrado, da Carta aos Hebreus, faz uma importante citação sobre irmãos em Cristo que se identificaram com ele e com outros em sofrimentos e provações. “Lembrai-vos, porém, dos dias passados, em que, depois de serdes iluminados, suportastes grande combate de aflições. Em parte fostes feitos espetáculo com vitupérios e tribulações, e em parte fostes participantes com os que assim foram tratados. Porque também vos compadecestes das minhas prisões, e com alegria permitistes o roubo dos vossos bens, sabendo que em vós mesmos tendes nos céus uma possessão melhor e permanente” (Hb 10.32-34). Não parece estranho, chamar pessoas para lembrar do tempo em que foram torturadas, exploradas, feitas espetáculos de zombarias? Somos incentivados a nem pensar nos sofrimentos da vida; mas o cristão enraizado, entende os propósitos de Deus e faz uma leitura isenta de emoções destrutivas em relação ao passado. O que somos hoje é a soma e o resultado de nossas escolhas e experiencias e é sobre esse aprendizado que construímos um presente sólido e um futuro promissor. Quem não tem história, não tem futuro também. Expressões de passagem do tempo no rosto, mãos calejadas, pele marcada pelo sol e cicatrizes, tudo isso são marcas de alguém vivido, experimentado e com história de vida. Pessoas cuja história e aparência parece pele de bumbum de bêbê, invictas, sem marcas, denunciam inexperiência e a chamada de Deus para nós é para termos vida e vida com abundancia; sem experiencias isso não faz sentido. A cova que José foi jogado a mando de Ruben, era também o lugar seguro para ele naquele momento. Nem sempre o ruim é realmente o pior que pode nos acontecer. Olhando o todo da vida de José, podemos perceber que a começar pela cova que seus  irmãos o colocaram e à partir daí todos os lugares pelos quais ele passou, nenhum deles passou por tal experiencia e nenhum deles sofreu o que ele sofreu, mas também nenhum deles aprendeu o que ele aprendeu e ninguém deles chegou aonde ele chegou e preparado como ele foi. Estar na cova não quer dizer é o fim, que está morto. Da cova, a única saída possível é para cima, e é preciso estar pronto para sair dali e fazer a diferença. Daniel esteve numa cova e viveu para contar, mas quem provocou a situação não teve a mesma sorte. Jeremias foi lançado num poço e ainda assim, realizou seu ministério profético. Entre os soldados com feitos notáveis do exército do Rei Davi, lemos a façanha de Benaia: “Também Benaia, filho de Joiada, filho de um homem valoroso de Cabzeel, grande em obras, este feriu dois fortes heróis de Moabe; e desceu ele, e feriu um leão no meio duma cova, no tempo da neve” (2 Sm 23.22). Veja, cova também é lugar para homens de coragem, que não escolhe adversário e muito menos se esconde atrás de desculpas do mau tempo. Permita-me ser ousado ou abusado, fique à vontade para escolher; mas cada um de nós, tem a cova que merece e fazemos dela o que nossa coragem e fé nos permite. Podemos chorar, resmungar, murmurar e maldizer até nos acabarmos lá em baixo; podemos também meditar, orar, nos preparar e sair de lá mais fortes e poderosos e encarar o que vier pela frente, porque já fomos o mais baixo possível e resistimos.

Senhor, obrigado porque parece que todo deserto ainda pode ter covas e mais desafios do que aparentemente percebemos. Mas a tua presença e tua paz no nosso coração pode ser as companhias mais promissoras em tempos de dificuldades e sofrimentos. Os teus planos e a tua bondade para conosco não podem ser terminados por uma cova que aparece no percurso; a última palavra ainda será a tua e nele nos podemos confiar. A tua Palavra nos assegura que a humildade precede a honra e então queremos aprender o caminho para cima, começando lá em baixo, ainda que seja uma cova. Que a tua sabedoria nos guie continuamente, pois a tua presença nunca se ausentará do coração que confia. Oramos com gratidão e esperança, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s