Isto Não Está Em Mim

Meditação do dia: 15/10/2020

E respondeu José a Faraó, dizendo: Isso não está em mim; Deus dará resposta de paz a Faraó.(Gn 41.16)

Isto Não Está Em Mim – Uma das marcas da autenticidade da Bíblia como Palavra de Deus, é a coerência de seus ensinamentos. Do começo ao fim eles se unem de forma que nem se percebe as divisões de tempo, cultura, autoria humana e características pessoais. Assim temos uma Escritura Sagrada, na sua totalidade validada com a inspiração divina do Espírito Santo. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo” (2 Pe 1.21). Lendo um texto como esse, facilmente fazemos a conexão com textos paralelos que nos revelam a mesma atitude de outras pessoas, separadas por milhares de anos entre um e outro, quando a cultura e os costumes seriam suficientes para alterar mentalidades e formas de expressar. Mas o caráter dos adoradores do Deus Altíssimo, podem ser identificados em todos os tempos e se expressam pela pureza das intenções e motivações no servir. Podemos conectar essa conversa inicial de José com Faraó, no Antigo Egito, com uma outra conversa muito próxima desse mesmo contexto, quando Daniel teria que dar ao rei Nabucodonosor, a interpretação de seu sonho. Com um agravante, aqui, Faraó contou a José o sonho e os detalhes que lhe perturbaram. Lá o soberano da Babilônia, não se lembrava do sonho, mas exigia que se lhe contassem o sonho e a interpretação. Ao orar com seus companheiros sobre essa difícil tarefa, eles alcançaram a resposta e por isso louvaram a Deus ainda antes de contar ao rei. Ó Deus de meus pais, eu te dou graças e te louvo, porque me deste sabedoria e força; e agora me fizeste saber o que te pedimos, porque nos fizeste saber este assunto do rei” (Dn 2.23). É impressionante a semelhança entre as situações e as soluções. Na Babilônia, um capitão encarregado das execuções dos candidatos que não conseguiram ajudar ao rei, descobriu entre os cativos de Judá, alguém com a capacidade de resolver. Então Arioque depressa introduziu a Daniel na presença do rei, e disse-lhe assim: Achei um homem dentre os cativos de Judá, o qual fará saber ao rei a interpretação” (Dn  2.25). Lá no Egito fora José, agora aqui um dos descendentes de Judá, irmão de José, as duas tribos que se tornaram líderes entre o povo de Deus. Aqui, o rei também tinha a mesma expectativa de que uma pessoa com certas habilidades seria capaz, mas em ambos os casos, isso não era visto assim pelos homens de Deus.  “Respondeu o rei, e disse a Daniel (cujo nome era Beltessazar): Podes tu fazer-me saber o sonho que tive e a sua interpretação? Respondeu Daniel na presença do rei, dizendo: O segredo que o rei requer, nem sábios, nem astrólogos, nem magos, nem adivinhos o podem declarar ao rei;” (Dn 2.26,27). Ambos, José Daniel, sabiam que essa capacidade não estava com eles e não dependia deles, mas de Deus. Não há nada de falsa modéstia, ou se passar por humilde, para ganhar pontos com os figurões. O poder e a sabedoria sempre pertenceram a Deus e sempre esteve e estará disponível aos tementes e humildes de coração que se disponibilizam a buscar uma vida de comunhão e intimidade com Deus. Até podemos dizer nesse sentido, não existem mistérios e segredos. “O segredo do Senhor é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança” (Sl 25.14). Nas Palavras do Apóstolo São Paulo, já na Nova Aliança, isso é um tesouro muito especial, mas disponível em vasos simples, para que o tesouro continue sendo precioso, e o vaso, apenas vaso mesmo. “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós” (2 Co 4.7). Irmãos, há muito trabalho, esperando para ser feito por homens simples, sábios, cheios da graça e sabedoria de Deus, de forma que o trabalho seja feito e o louvor e a glória seja unicamente de Deus. Muitos desses trabalhos, parecem simples, mas mudam o curso da história e estão ligados ao plano  de redenção em Cristo Jesus. E Agora, José? E agora Jason? E Agora igreja?

Senhor, eis-nos aqui, para servir e ministrar aos corações que precisam conhecer a vontade de Deus e para isso fomos colocados exatamente onde estamos, para servir e interpretar a tua vontade para estes tempos difíceis. Consagramos nossos corações e nossas mentes para serem absorvidas pela vida de Cristo e o poder do Espírito Santo. Para sermos aquilo para o qual fomos chamados a ser. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s