Resposta de Paz

Meditação do dia: 16/10/2020

E respondeu José a Faraó, dizendo: Isso não está em mim; Deus dará resposta de paz a Faraó.(Gn 41.16)

Resposta de Paz – Um homem tinha uma família grande, muitos filhos e filhas, não vou nem falar o número para não tirar o efeito do suspense. Vários desses filhos, à medida que foram crescendo e necessitando de novos ares e oportunidades foram saindo de casa e cuidando de seus interesses. Como em toda boa família, há aqueles mais apegados, mais saudosos e tem os desligados que demoram para dar notícias e sem falar naqueles que somem mesmo e alguém tem que correr atrás para saber como estão. Nessa família, foi exatamente assim, e com o passar dos anos, vieram também as oportunidades de marcar um reencontro de toda a família e celebrarem juntos. Na oportunidade apareceram todos, uns chegaram primeiro, outros vieram juntos e outros só nos momentos últimos do combinado. Que festa! Quantas novidades e surpresas iam se revelando, já que muitos viviam longe de todos os demais e a vida lhes proporcionaram experiencias e oportunidades diferentes. O pai estava feliz e orgulhoso de todos; afinal ali estavam bons e renomados profissionais, especialistas, líderes corporativos, e as muitas pessoas que se agregaram às famílias tinham culturas e costumes tão diferentes e uma mistura de idiomas, sabores, paladares, novos hábitos adquiridos. A prática da fé estava também contemplada naquela salada geral. Para o pai, todos eram filhos, amados, queridos e mereciam seu respeito e sua generosidade. Entre eles, ah! As diferentes apareciam mais e produziam ações que por vezes precisava de intervenção “da turma do deixa disso.” Radicais, tinha para todos os gostos e moderados também, aqueles que pretendiam serem os exclusivos e buscarem a atenção do pai só para eles e nem levavam outros em conta; não faltavam manipuladores e conquistadores baratos e tudo mais que pode aparecer numa grande reunião com tamanha diversidade. Essa família é uma criação de ficção da minha imaginação. Mas as semelhanças não são meras coincidências. Essa peça imaginativa, para mim, é um modo como vejo Deus e a humanidade. O Senhor criou todos, partindo de uma origem única e daí foram espalhadas pelo mundo inteiro e se diversificando e criando nichos de elementos próprios e peculiares, que depois não se reconhece ou não é reconhecido por outros que tomaram suas próprias iniciativas e adaptaram às suas realidades locais e temporais. Quando lemos as Escrituras Sagradas, um parâmetro do certo e errado, bom e ruim, do que Deus aprova e desaprova, e essas palavras maravilhosas é uma revelação de fato, da verdade e intenção do Criador para com as suas criaturas. Elas, as Escrituras chegaram à nós, em linguagem humana, de uma matriz genética e biológica escolhida e abençoada dentro de uma aliança de bênçãos que contemplaria toda a humanidade, através de todas as famílias da terra. O Pai, o criador, ainda detém o governo e poder sobre todos. Quando vemos José falar ao Faraó, que Deus lhe dará resposta de paz, por vezes ficamos enciumados: Faraó não é de Deus! Ele é do mal, ele não conhecia Deus e etc e tal.  Todos os cristãos contemporâneos são fãs e amam a linhagem hebraica e judaica. Mesmo sendo da Nova Aliança, temos grupos cristãos que são judaizantes e etc. Não estou abrindo a porteira e deixando passar tudo e qualquer coisa e nem irei para esse campo. Quero refletir sim, sobre a origem de todos os humanos e o domínio de fato e de direito de Deus, sobre tudo e todos. Ele ainda é o Alfa e o Ômega e muitas variedades e variações que encontramos não anula e nem inibe a soberania divina sobre a história. Quem deu o sonho a Faraó foi o mesmo Deus que José servia, que eu sirvo e nós servimos. O Nosso Deus Todo Poderoso Reina e Reinará! E o sétimo anjo tocou a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.
E os vinte e quatro anciãos, que estão assentados em seus tronos diante de Deus,  prostraram-se sobre seus rostos e adoraram a Deus, Dizendo: Graças te damos, Senhor Deus Todo-Poderoso, que és, e que eras, e que hás de vir, que tomaste o teu grande poder, e reinaste”
(Ap 11.15-17). Pelo andar da carruagem da história, sabemos que os Israelitas se tornaram bairristas, exclusivistas e isso dificultou a chegada das boas novas a todas as nações, consideradas por eles como “gentias” e forçaram um proselitismo lesivo à mensagem do amor de Deus. Jesus pensava isso: Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós” (Mt 23.15). A história da igreja tem páginas negras e fatos tão vergonhosos à nossa fé, que preferimos apenas dizer que foi “a igreja oficial,” quem fez tais coisas. Ainda nos nossos dias encontramos resquícios em que pessoas e grupos imaginam que Deus é Evangélico, da denominação dele e que todos que foram para aquele lado, vão de fato fritar no mármore do inferno. Estão enrolando o Evangelho que é o poder de Deus para salvação de TODO aquele que crer, na bandeira de seus interesses corporativos e religiosos, excluindo toda e qualquer exceção que não sejam as que eles defendem. Deus dará resposta de paz! A verdade é que a manjedoura, está vazia, a cruz está vazia, o túmulo está vazio, mas o trono está ocupado, tem alguém assentado nele! E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro” (Ap 7.10). Eu creio assim!

Senhor, eu quero fazer das palavras e descrições de João, naquela revelação final, sobre o que de fato acreditamos e as Escrituras nos asseguram serem verdadeiras: “E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus, Dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém” (Ap 7.11,12).

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s