A Terra Produziu Com Abundancia

Meditação do dia: 27/11/2020

E nos sete anos de fartura a terra produziu abundantemente.(Gn 41.47)

A Terra Produziu Com Abundancia – Ao olhar a expressão do nosso texto sobre a produtividade da terra naqueles próximos sete anos, minha mente e o meu coração procurarão nos seus baús outras referencias sobre esse tema e a primeira estação foi no Salmo sessenta e sete. É difícil olhara para um poema em forma de cântico e oração, sem que nossos corações não se quebrantem diante da graciosa bênção de Deus que vem a nós, mas também a todos os povos até as extremidades da terra em resposta ao louvor e adoração. O salmo é breve, mas merece ser lido com calma e reverencia para apreciar e se satisfazer: Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe; e faça resplandecer o seu rosto sobre nós (Selá.) Para que se conheça na terra o teu caminho, e entre todas as nações a tua salvação. Louvem-te a ti, ó Deus, os povos; louvem-te os povos todos.  Alegrem-se e regozijem-se as nações, pois julgarás os povos com eqüidade, e governarás as nações sobre a terra. (Selá.) Louvem-te a ti, ó Deus, os povos; louvem-te os povos todos. Então a terra dará o seu fruto; e Deus, o nosso Deus, nos abençoará. Deus nos abençoará, e todas as extremidades da terra o temerão (Sl 67). Certas bênçãos materiais e certamente bênçãos espirituais nos sobrevem como resposta ao louvor e a adoração a Deus. Aqui afirma que a terra dará o seu fruto em resposta a essa disciplina espiritual. Também a bênção que é nossa faz com que povos de longe temam a Deus; isso comprova que os propósitos da redenção passam por questões mais simples também do dia a dia. A aliança entre Deus e Abraão, para constituir uma nação de adoradores e que abençoariam todas as nações da terra, estava sendo pavimentada no Egito, através do bisneto de Abraão. Deus atraiu a atenção de Faraó com um sonho enigmático e preparara José para ser a resposta e a solução. De uma outra para outra ele se torna um super ministro de estado para acompanhar a produtividade da terra para coletar e armazenar suprimentos em quantidade gigantesca. O conhecimento de Deus e seu governo justo sobre toda a criação estava sendo disseminado naquela terra que havia se tornado um antro de adoração estranha ao Deus verdadeiro. Quando pensamos em milagres, pensamos numa intervenção divina que provoca uma quebra no modo natural dos acontecimentos e acelera processos, amplia potencialidades,  invertem fatores e assim, acontecem coisas sobrenaturais para a ótica humana e natural. Na época de Isaque, Avô de José, houve uma situação de crise na Palestina que atingiu a todos, causando fome e êxodo da população, mas o Deus Altíssimo instruiu Isaque a não sair e que ele seria abençoado e próspero ali, onde ninguém mais poderia ser naquela situação. E foi o que aconteceu. E havia fome na terra, além da primeira fome, que foi nos dias de Abraão; por isso foi Isaque a Abimeleque, rei dos filisteus, em Gerar. E apareceu-lhe o Senhor, e disse: Não desças ao Egito; habita na terra que eu te disser; Peregrina nesta terra, e serei contigo, e te abençoarei; porque a ti e à tua descendência darei todas estas terras, e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão teu pai; Assim habitou Isaque em Gerar. E semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas, porque o Senhor o abençoava. E engrandeceu-se o homem, e ia enriquecendo-se, até que se tornou mui poderoso. E tinha possessão de ovelhas, e possessão de vacas, e muita gente de serviço, de maneira que os filisteus o invejavam (Gn 26.1-3,6,12-14). O ideal seria  sublinhar todo o texto, mas aí não haveria diferença sobre o que prestarmos atenção. Mas vejam que na terra e no mesmo ano que tudo dava errado para os demais, era bênção para Isaque e ele prosperou e adquiriu rebanhos e gente de serviço e é claro que isso despertava ciúmes e invejas de quem estava ao lado e perdendo tudo á olhos vistos. A bênção de Deus faz diferença sim na vida de qualquer um! Quero fechar com o ensino sobre restauração e o papel do povo de Deus no processo de redenção. O texto é 2 Cr 7.13,14 – Muito conhecido de todos nós, e sempre incluso nas orações pela nação. Lembrando que foi uma revelação de Deus à Salomão, então totalmente Palavra de Deus. Se eu fechar os céus, e não houver chuva; ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra; ou se enviar a peste entre o meu povo; E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.Os pecados  atraem o juízo e a justiça divina sobre a terra e a sua produtividade. O arrependimento, o quebrantamento, a humilhação com a consequente conversão e busca fervorosa em oração da face de Deus, trás o perdão e a cura para a terra. Só o povo de Deus pode operar isso, porque só ele tem acesso aos recursos da redenção em Cristo Jesus. Isso não pode ser feito pelo governo, por legislação, por medidas públicas ou decretos. Essa seara é espiritual e é domínio de pessoas espirituais, é o campo de batalha espiritual em nível estratégico. Entende isso?

Pai, obrigado por ser bondoso para com os filhos dos homens e por colocar os teus filhos e adoradores em pontos estratégicos para efetuarem medidas que só homens espirituais podem discernir e operar pela fé. A igreja tem um papel de sal e luz e de prevalecer onde os recursos das possibilidades humanos se esgotam. Ajude-nos a compreender e a operar nesses domínios da fé. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s