Lembrando Dos Sonhos

Meditação do dia: 28/12/2020

Então José lembrou-se dos sonhos que havia tido deles e disse-lhes: Vós sois espias, e viestes para ver a nudez da terra.(Gn 42.8)

Lembrando Dos Sonhos – “… Sonhei que entrei no quintal do vizinho e plantei uma flor no dia seguinte ele estava sorrindo, dizendo que a primavera chegou; e quando eu abri a janela, estava um dia tão lindo! No outro quintal o vizinho sorrindo, lembrei do meu sonho, o sonho que eu tive! O Sonho que eu tive.” Com essa poesia, letra da música de Roberto Carlos, gravada em 1975, portanto ela é só para maiores de idade.  Assim inicio a escrita desse texto, lembrando também que nós sonhamos e nem sempre ficamos lembrando daquilo até que algum evento catalise um processo de resgate da nossa memória. Alguns desses sonhos são significativos, portanto nunca serão deletados dos nossos arquivos até que se cumpram. Por compartilhar um sonho que tive, quando tinha dez anos de idade, que eu me lembre é o sonho mais antigo que me recordo; ele é significativo porque nessa época eu não tinha nenhuma vivencia religiosa, não frequentava nada e nem contato com qualquer coisa nesse sentido e sonhei com o arrebatamento da igreja, vi as pessoas subindo, quis subir e tomei impulso mas só cheguei até o telhado da casa, onde fiquei de pé vendo tudo. Quando acordei eu sabia o que era, mas não sei como eu saberia daquilo. Esse sonho se repetiu com diferença de detalhes mínimos, sete anos depois, nos primeiros dias após eu ter me convertido a Cristo. Esse sim, me perturbou porque mesmo no sonho eu dizia: “Mas agora eu estou na igreja, eu sou cristão…” Alguns meses depois ele se repetiu e dessa vez eu subi! Vocês não podem imaginar a alegria e o conforto que me trouxe para a alma. Depois de ordenado ao ministério pastoral, morando e trabalhando em Juiz de Fora MG, foi a última edição dessa série. O registro sagrado do texto de Gênesis, “…Então José lembrou-se dos sonhos que havia tido deles…” nos dá essa idéia, de que à medida que os anos foram se passando e José tendo outras preocupações na vida, incluindo sobreviver, ele não lembrara mais dos sonhos de adolescente. É fato também, que mesmo na época que ele sonhou, ele não tinha a interpretação e nem mesmo o seu pai lhe dera alguma evidencia. Ele viu que os molhos de trigo dos irmãos se inclinavam diante do dele e no outro sonho, o sol, a luz e onze estrelas se inclinavam diante dele. Uma idéia de realeza, domínio e liderança não estivera em foco em nenhuma época de sua vida. Quando ele viu os irmãos e os reconheceu e eles vieram e se inclinaram diante dele, isso provocou em José a lembrança dos sonhos dele e da reação que eles tinham por causa dele. Para os irmãos, eles estavam se inclinando diante  de um governador egípcio e numa situação onde eles vieram buscar favores, para adquirir alimentos para a família lá em Canaã. Agora as coisas na prática começavam a fazer sentido para José, inicialmente para ele, na posição de o porque estava ali, naquela condição de autoridade e competência. José chegou onde chegou, sem saber todos os detalhes, que só agora fazia sentido. Olhando para minha vida, ações ministeriais e outras situações, consigo encaixar bem melhor determinadas experiencias que passei. Acredito que com vocês também. Não podemos negar as verdades dos ensinos de Paulo: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm 8.28). “Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1 Ts 5.18). Minha lição para hoje: Pessoas e situações que tentaram ou me fizeram mal ou me expuseram a dificuldades ou sofrimentos, foram agentes a serviço de me conduzirem a fazer escolhas melhores e chegar onde Deus me queria. Portando elas foram bênçãos e posso abençoá-las e olhar para aquilo com gratidão e louvor. Dizem que ventos contrários também levam o barco para frente, é só saber manejar as velas. Então, com Cristo no barco, vai tudo bem!

Senhor, quero expressar em palavras escritas, o mesmo que tenho expressado em palavras de gratidão ao Senhor, por todos os momentos difíceis que passei, e passei porque estavas comigo. Agradeço e abençoa as pessoas que estavam comigo naquela situação e sou grato pelas suas vidas e atitudes, ainda que naquela época eu não entendia, não aceitava ou não percebi, mas elas foram instrumentos da tua disciplina e do teu cuidado para que eu crescesse e adquirisse experiencias maiores e mais profundas contigo e com a vida de fé. Não há espaço para ressentimentos, mágoas ou dores, pois já passou e já vencemos até aqui. Oro, intercedendo para que os irmãos de caminhada, que também estão lutando com marcas ou coisas do passado, liberem perdão e gratidão para prosseguirem para novas bênçãos e mais progressos. Muito louvor é o que o Senhor merece de nossa parte. Muita gratidão, pelo cuidado, proteção e novas possibilidades que até então não percebíamos. Obrigado pelos sonhos e pelas realizações. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s