Estareis Presos

Meditação do dia: 04/01/2021

Enviai um dentre vós, que traga vosso irmão, mas vós ficareis presos, e vossas palavras sejam provadas, se há verdade convosco; e se não, pela vida de Faraó, vós sois espias.(Gn 42.16)

Estareis Presos Estamos acompanhando o encontro de José e seus irmãos. Estamos meditando sobre as lições de vida que podemos abstrair das cenas que eles nos apresentam. Em certa vez, eles apropriaram de uma autoridade ilegítima e prenderam José, o julgaram, sentenciaram e executaram a pena sem chance de apelação ou defesa. A arbitrariedade deles fora cruel, porque José nem mesmo sabia de nada do que estava acontecendo e eles improvisaram e se valeram de serem em maior número e estarem longe da autoridade do pai. Sabemos que eles passaram mais de vinte anos afirmando uma mentira para seu pai e para si mesmos, sobre o que acontecera com José. Rubem era o único que tinha um resquício de versão diferente, mas que se perdera para proteger a todos eles, já que ele não conseguira proteger o irmão. Estamos falando aqui, sobre influencia entre os membros da família e o papel de cada um de todos nós. Quantas ações e atitudes perversas e maldosas ainda existem encobertas, para proteger o erro ou a maldade de alguns. Agora, estamos vendo os dez filhos de Jacó, exatamente os mesmos dez titulares daquela ocasião, presentes diante de José, que fazia um teatro, assumindo o papel de que não reconhecia os irmãos e ainda tinha razões para acusa-los de espionagem e autoridade para detê-los ou aplicar-lhes os rigores da lei, de forma que eles se viam de mãos atadas e um não poderia ajudar o outro. Lá em Canaã foram todos contra um e agora é um contra todos e com uma larga vantagem. Estar presos, ficarem detidos ali, era algo que incomodava muito e justamente num momento inapropriado. Eles vieram para comprar mantimentos para suprir a fome de suas famílias e não poderiam demorar a voltar, pois era uma emergência que significava vida ou morte para muitas pessoas. Voltar apenas um deles era difícil, devido aos perigos da estrada, numa jornada de muitos dias e ele ainda não poderia levar suprimentos suficientes para todos. A possibilidade de Jacó liberar Benjamim para essa viagem de averiguação era muito improvável. José imobilizou a todos eles e mexeu com o que havia de mais profundo nos seus corações. Qual seria o resultado dessa pressão? O que isso revelaria sobre a responsabilidade deles com o pai e com o irmão mais novo? Como eles lidavam com a ausência do próprio José? Ensino na igreja que há três obras que devem acontecer na vida de todo cristão, para que ele atinja a verdadeira maturidade: A Primeira é a obra que Deus por nós, que é a SALVAÇÃO; A segunda, é a obra que Deus faz em nós, que a SANTIFICAÇÃO; e a terceira, que é a obra que Deus faz através de nós, que O SERVIÇO. Antes da pessoa se tornar um instrumento de bênçãos e ser altamente produtivo, o caráter dela precisa ser transformado e sua vida precisa ser consumida numa entrega total a Deus, para assim poder servir com integridade de vida. O que somos é muito mais importante do que aquilo que podemos fazer. O pregador da cruz precisa ser um crucificado! “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. (Gl 2.20). Aqueles homens filhos de Jacó, eram a linhagem da promessa, eram herdeiros de um legado muito elevado, mas não poderiam cumprirem seus destinos e propósitos de qualquer maneira, de forma carnal, com corrupção, enganos e maldades. Eles seriam as pedras fundamentais de uma nação, não qualquer nação, mas A NAÇÃO, representaria o mais precioso dos processos dos propósitos divinos. Projetos especiais, são executados por pessoas especiais e essas são forjadas e dobradas em suas vontades para se renderem completamente a Deus. Você tem promessas de Deus? Promessas grandes? Então se cuide e se prepare, quanto maior a influência, maior a responsabilidade.

Deus de amor e graça infinita, somos teus filhos e servos por escolha tua e consagração nossa. Entendemos que a tua vontade é boa, agradável e perfeita para nós. Confiamos na tua sabedoria em fazer escolhas e que os teus caminhos são elevados e os teus pensamentos são insondáveis à nós em nossa condição natural, mas obrigado por nos dar o Espírito Santo para habitar em nós e nos fortalecer e aprimorar a comunhão e o aprendizado. Somos teus, somente teus, totalmente teus. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s