Que A Verdade Esteja Com Você

Meditação do dia: 06/01/2021

Enviai um dentre vós, que traga vosso irmão, mas vós ficareis presos, e vossas palavras sejam provadas, se há verdade convosco; e se não, pela vida de Faraó, vós sois espias.(Gn 42.16)

Que a Verdade Esteja Com Você Num dos episódios mais difíceis que já passei em minha vida, onde minha idoneidade e integridade estava em jogo e eu não tinha nenhum meio ou recurso de provar o contrário do que as circunstancias apontavam para mim, eu precisava me apegar a alguma coisa consistente o suficiente para servir de “tábua de salvação.” Fiz todas as etapas de prestação de contas necessárias, sendo honesto e transparente com todas as pessoas em posição de autoridade sobre mim e que precisavam receber satisfação adequada. Numa das últimas entrevistas com um líder direto, fui recebido em seu gabinete pastoral e sem rodeios expus os fatos tais quais eles eram e concluí afirmando era a verdade, mas eu não tinha como provar minha inocência senão pela minha palavra e convicção de fé. Aquele interlocutor era um homem maduro e de grandes experiencias na vida e no ministério cristão; ele então me surpreendeu com uma atitude e uma palavra que abençoaram a minha vida e tirou todo aquele peso e fardo que estava sobre mim. Ele me contou uma experiencia semelhante a minha, na qual ele estivera envolvido e como a verdade o livrou e ele citou um versículo bíblico que até então era um ilustre desconhecido para mim, embora já tivesse lido muitas e muitas vezes. Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade (2 Co 13.8). Aquilo foi uma palavra RHEMA que extirpou a tristeza, o medo e a culpa de não ter um sequer contra-argumento que me protegesse. Não é preciso prolongar, mas Deus derrubou todos os argumentos sem que eu tivesse que proferir uma só palavra em minha defesa. Desde então esse texto se tornou um lema para mim. Ele se soma a todos os demais que já sabemos como: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (Jo 8.32). Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria (Sl 51.6). Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). Para não estender muito, vou citar apenas mais uma das pérolas bíblicas sobre a verdade; Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; (Ef 6.14). Esse cinto que o soldado cristão usa para cingir os seus lombos, não é a Palavra de Deus, mas aqui se refere a AUTENTICIDADE de vida. Quando José prensou seus irmãos contra a parede, ele queria extrair deles a verdade verdadeira, não a verdade lógica, racional, fruto de argumentos que justificam os meios e os fins pretendidos. Ele queria saber se havia verdade neles. José sabia do histórico familiar e que a tendência natural de filhos imitarem as características biológicas e morais dos pais é grande, e a linhagem deles era de trapaceiros de carteirinha tanto do lado paterno como materno. José era consciente da transformação que Deus o Altíssimo havia operado em seu pai naquele encontro em Peniel. Mas ele também sabia que a experiencia do pai, não passava automaticamente para os filhos e ele era testemunha e vítima da condição corrupta de seus irmãos. Pessoas imaturas ou de caráter débil, também falam a verdade, quando isso é conveniente, fácil ou lucrativo. Esse tipo de verdade não importava para José, porque ele agora era muito consciente dos propósitos de Deus com eles através das alianças e que não se constrói nada grande e duradouro sobre fundamentos da mentira, engano e da conveniência. Sei que muitas vezes nessas meditações eu escrevo e cito ministérios e trabalhos espirituais, como se elas fossem endereçadas na maior parte a pastores e obreiros; mas não é o caso. Me refiro a ministério o estilo de vida de todos nós os filhos de Deus, os adoradores e cidadãos do Reino dos Céus. Nossa vida é nosso ministério! Ocupamos funções diferentes nos trabalhos eclesiásticos e denominacionais, mas diante de Deus somos todos filhos, servos e sacerdotes. Apropriando dos escritos de João, não há nada melhor do que poder dizer: Porque muito me alegrei quando os irmãos vieram, e testificaram da tua verdade, como tu andas na verdade. Não tenho maior gozo do que este, o de ouvir que os meus filhos andam na verdade (3 Jo 3,4).

Pai amado, obrigado pela tua Palavra que é a verdade e ela nos santifica, nos liberta, nos dá segurança e nos protege do mal. Graças podemos dar porque Jesus Cristo é a verdade encarnada, o Verbo que se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e verdade. Apresentamos a nossa gratidão por sermos chamados para servir e fazer parte de algo muito maior do nós e muito mais firme do que nossas humanas pretensões. Obrigado pela graça de sermos vencedores, mais que vencedores e herdarmos um reino que não se abala e não se dilui ou pode ser destruído ou arruinado. A ti seja a honra e a glória, para sempre e sempre. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s