O Que Eles Não Sabiam

Meditação do dia: 20/01/2021

E eles não sabiam que José os entendia, porque havia intérprete entre eles.(Gn 42.23)

O Que Eles Não Sabiam Alguém ali falava dois idiomas e outros só falam um e alguém tirou vantagem positiva disso. Nesse sentido, conhecimento é poder, e José podia! O papel dos intérpretes afastava as chances dos rapazes perceberem com quem estavam lidando. São temas que muito me chamam a atenção na vida, porque o poder e a influencia de certas vantagens podem produzir coisas muito boas e abençoadoras, como podem se tornou vícios perniciosos. Uma vez que na fé cristã não se separa no cotidiano aquilo que se considera sagrado, do que seja secular, pois a mordomia espiritual considera tudo sagrado, pois tudo pertence a Deus e todas as coisas são feitas para ele e para a glória dele. Isso desperta a atenção de forma muito séria e comprometida com os traços de caráter das pessoas. Deus é perfeito, justo, reto e zeloso pela sua santidade e exige isso de quem lhe pertence. “Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha.
E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Estas são as palavras que falarás aos filhos de Israel”
(Ex 19.5,6). Isso dito por Deus à Moisés para que transmitisse ao povo no deserto, já era conhecido por Abraão, Isaque e Israel que andaram estreitamente perto de Deus e tinham experiencias com o Todo-Poderoso. As próximas gerações tiveram experiencias um tanto mais rasa e muitos deles estavam apegados aos termos das alianças sabendo que o Deus de seus pais era muito poderoso e fiel para cumprir cada uma delas, incluindo dar-lhes a Terra da Promessa. Mas nem todos estavam ainda comprometidos com “SER” povo de Deus, com propósitos de evangelizar todas as nações e abençoar todas as famílias da terra. Assim como hoje muitas pessoas na igreja estão comprometidas em “SER” crentes, estão comprometidas com sua igreja local ou denominação, mas com pouca profundidade em termos de “Reino de Deus!” alguns nem consideram membros de outras denominações seus irmãos em Cristo. Muitos acreditam que no céu só ele e alguns dos da sua igreja estarão presentes. Alguns acreditam piamente que Deus é evangélico, ou católico ou que ele mistura tudo. Quando o Apóstolo São Paulo escreveu cristãos da cidade de Corintios sobre utilização dos dons espirituais, ele citou o seguinte: “Mas, se eu ignorar o sentido da voz, serei bárbaro para aquele a quem falo, e o que fala será bárbaro para mim. Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja” (1 Co 14.11,12). Está se referindo a evitar a ignorância sobre os dons carismáticos e se importar com a edificação da igreja. No uso dos dons a pessoa pode errar ao receber, ao interpretar, como como ao entregar o conteúdo recebido de Deus. O que determina a qualidade final é o caráter transformado e confiável do instrumento humano. Os dons sempre são autênticos, já as motivações, as intenções e as conveniências, essas são sempre humanas, e é aí que mora o perigo. O exemplo natural lá no Egito entre José e seus irmãos, era a espiritualidade de José, uma pessoa de caráter transformado, consagrado e de comunhão íntima com Deus; em contraste com seus irmãos, superficiais na espiritualidade, carnais nas atitudes e ignorantes no saber. Por isso José se valeu de entendê-los mas não ser entendido por eles. “Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido” (1 Co 2.14,15).

Senhor, damos graças pela sabedoria e os dons divinos colocados à disposição da igreja para que ela possa realizar um ministério espiritual e sobrenatural aqui na terra, ajudando pessoas que estão precisando de amor e atenção. A igreja é o Corpo de Cristo, e a maneira mais eficiente e palpável de Deus compartilhar o seu amor e o seu cuidado com todos nós. Alguém se importou comigo e conosco, por isso estamos na família de Deus; então agora é a hora e o tempo de me importar e servir de canal para que a tua graça e bondade abençoe muitas vidas próximas de mim e de nós, como igreja do Senhor. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s