Quanto é suficiente?

Meditação do dia: 12/02/2021

E os homens tomaram aquele presente, e dinheiro em dobro em suas mãos, e a Benjamim; e levantaram-se, e desceram ao Egito, e apresentaram-se diante de José.(Gn 43.15)

Quanto é Suficiente? – Nem tudo nessa vida se resolve com dinheiro ou bens. Há muitas coisas que valem muito e custam muito pouco, ou até não tem custo algum. É muito importante quando as pessoas aprendem a diferença entre preço e valor, porque isso pode influenciar positivamente toda a sua vida. Jacó e sua família viviam em função de uma promessa, que já estava na sua terceira geração e a meta era que se perpetuasse, de geração em geração e entrasse para a eternidade. Abraão havia iniciado uma linhagem de pessoas comprometidas com o culto ao Deus Criador, Senhor único e sem representatividade física por meio de imagens ou figuras. Havia uma aliança celebrada entre Deus e ele, que posteriormente foi confirmada com Isaque e havia sido ratificada com Jacó, quando estava à caminho de Harã, onde viveu exilado. A promessa pessoal de Deus a ele, de que seria pai de muitos filhos e que voltaria para a terra de Canaã, para possuí-la como herança eterna. Os anos se passaram e tudo se confirmava, mesmo em meio a lutas e muitas provações. Um dos filhos de Jacó sonhava como sendo um dia alçado a uma posição de liderança sobre toda a família e aquilo não fora bem compreendido e antes que pudesse amadurecer, os irmãos o silenciaram, vendendo o como escravo para o Egito. As linhas tortas que eles traçavam, era na verdade o caminho perfeito que Deus estava traçando para preparar um berço para acolher aquela família e torna-la em uma nação. É nesse processo todo que temos meditado e acompanhado a vida de José e agora iniciou o processo de interação com os irmãos que ainda não sabem que estão lidando com o irmão exilado, e que ali em terras estranhas, ele cresceu e floresceu, vindo a ser tudo aquilo que ele via nos seus sonhos e que eles trabalharam para não permitir acontecer. Nessa condição atual, é José que tem o poder e a vantagem sobre os irmãos e está fazendo bom proveito disso, para conseguir produzir unidade e compromisso naqueles corações que ainda permanecem firmados no engano e acobertamento de seus pecados. Para reencontrá-lo os filhos de Jacó estão se preparando e aqui, eu gostaria de pensar sobre nossos planos para realizar tarefas que estão bem acima das nossas capacidades e nem sempre sabemos o que virá pela frente. Necessariamente nossos preparativos não são de grande valia, ou só se tornam úteis com uma aproximação de Deus com seus recursos verdadeiros. Os rapazes levavam presentes finos, o melhor do que aquela terra poderia oferecer para alguém do nível de um governador do Egito. Levavam dinheiro em dobro em relação ao que levaram na primeira viagem; já que a quantia aparecera de volta, eles não queriam correr riscos desnecessários. Mas a preciosidade verdadeira, esperada pelo governador, era Benjamim, o irão mais novo. Esse agora era a preciosidade para todos eles como irmãos e também para o pai, que estava agindo baseado na fé de que poderia contar com a bondade de Deus na vida do governador e assim reaver seus filhos. Será que José precisava dos presentes? Do dinheiro em dobro? De Benjamim? Ou na verdade ele queria era tudo? Acredito que José não tinha nenhum interesse nos bens que eles tinham, mas seu coração estava no bem que eles eram. Pessoas são mais valiosas e preciosas do que os bens que possuem. Você entende e reconhece seu valor como pessoa diante de Deus e das pessoas? Só conhecendo a Deus e no relacionamento com ele é que podemos começar a conhecer a nós mesmos e perceber o valor que somos e o quando Deus valoriza isso. Deus pagou um alto preço por nós, porque nosso valor compensa o investimento. Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais,
Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado
(1 Pe 1.18,19).

Graças te damos, Senhor, por saber o quanto somos preciosos para ti, e à partir disso, nos vermos também como valiosas e importantes. O preço que foi pago por nós supera as nossas expectativas e nos dá dignidade e valor. Somos o que somos por causa daquele que nos ama, nos fez e nos comprou de volta para ter comunhão. Somos agradecidos pela oportunidade de vivermos de forma que glorifica o teu nome e expressa a tua grandeza em misericórdia e bondade; em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s