Simeão é Devolvido

Meditação do dia: 26/02/2021

E ele disse: Paz seja convosco, não temais; o vosso Deus, e o Deus de vosso pai, vos tem dado um tesouro nos vossos sacos; o vosso dinheiro me chegou a mim. E trouxe-lhes fora a Simeão.(Gn 43.23)

Simeão é Devolvido – Quando meditamos sobre essa história, e mais precisamente esses eventos pertinentes a essa reunião provocada por José, estamos olhando de certa forma para o futuro daqueles irmãos, um futuro profético, pois eles deveriam seguir unidos, ou pelo menos juntos, até as feridas cicatrizarem e os laços se fortalecerem de fato. Em cada etapa, algum dos personagens se torna uma figura profética, um tipo até mesmo representando a trindade divina, ainda que naquela altura e em todo o Velho Testamento, eles não viam ou concebiam Deus como trindade. Aqui, José está fora da família por muitos anos, eles o alijaram da companhia e presença e Deus providenciou o lugar adequado para ele crescer, amadurecer e chegar a vir aquele que poderia abençoar a todos no tempo oportuno. Para todos eles, incluindo Jacó, eles eram onze filhos, e seria desse número que viria a nação prometida por Deus. José foi o primeiro a reconhecer seus irmãos e à partir dali trabalhou para produzir a reunião de toda a família. Como estavam na ocasião, apenas dez, José exigiu a presença de Benjamim, enquanto ele não chegava, Simeão ficou retido. Agora com a chegada deles de volta de Canaã com o caçula, eles se encontraram na casa de José e Simeão foi liberado. Olhem, ali estava, na ótica deles, todos os filhos de Jacó, os onze filhos; para eles faltava José, porque eles haviam cometido um ato irresponsável e egoísta providenciando o desaparecimento de José. O único que faltava. Aqueles irmãos representam o povo de Deus em todos os tempos e como povo, ele tem um papel de muita importância, mas o começo de tudo é a formação da unidade pretendida por Deus. Israel (a nação) seria formada por doze tribos, doze, não onze. Os homens trabalharam para sumir com uma para evitar submissão de todos em relação a um deles. Isso precisa ser restaurado. Como igreja, estamos aqui na terra para uma missão e para cumprir a tal missão, precisamos estar em unidade e enquanto ela não se forma, o progresso e a prosperidade não vêm. José estava agindo como figura do ministério do Espírito Santo trabalhando para produzir unidade no Corpo de Cristo; assim ele providenciou os encontros e ainda que eles não entendiam ou sabiam o que se passava, alguém sabia e estava no controle. Deus está construindo unidade da sua igreja e ainda que muitos não conseguem ver e até nem trabalhem para isso, mas o plano maior e aquele que está no comando sabe como fazer as peças se encaixarem. Simeão é o irmão que está fora do grupo, está precisando ser reintegrado e acolhido. Pensemos nisso!

Senhor, obrigado pelo amor e graça dedicado aos teus filhos, que formamos o corpo de Cristo aqui na terra e trabalhamos para que o ministério de abençoar todas as famílias da terra. Obrigado por trazer de volta ao grupo os irmãos que se afastaram ou foram afastados. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s