Curvando-se Diante de José

Meditação do dia 03/03/2021

“Ao que lhe responderam: Teu servo, nosso pai, está bem, ele ainda vive, e ajoelharam-se novamente, curvando seus rostos até o chão, em sinal de reverência.” (Gn 43.28)

CURVANDO DIANTE DE JOSÉ – Estar diante de uma situação que para você aquilo já aconteceu, ainda que seja só na imaginação ou em sonhos exige um certo esforço para não produzir mais danos que benefícios. Quando adolescente José vira tudo aquilo que estava acontecendo bem ali na sua frente, só que agora era muito real. Ele era de fato e direito uma autoridade com poder e prestígio e bem ali na sua frente estavam seus irmãos, todos eles curvados diante dele com o maior respeito e reverência. Aquilo era a realização do sonho de José e a materialização do pesadelo dos seus irmãos. Onde está a vindita? Ou o capricho do destino? Não há nada de revanchismo da parte de José, pois ele crescera e se tornara o tipo de pessoa que Deus pode usar para abençoar, pois ele foi moído, triturado o suficiente para ser quebrantado e não mais oferecer resistência. Uma consagração de vida daquele tipo “totalmente consumido no altar. ”Aquilo que, lemos em Romanos 12.1,2 “Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.“ As glórias e reverências não mais afetavam o discernimento dele. Para José, o cumprimento de tudo aquilo era a realização dos sonhos de Deus para ele e não dos seus próprios sonhos e devaneios. Ver aqueles homens ali prostrados e respeitosos não lhe transmitia uma sensação de vingança pessoal ou de realização; havia coisas muito maiores por vir e trabalhos a serem concluídos. Doze homens e um segredo a ser desvendado. Homens comuns quando pressionados querem fugir e se livrarem o quanto antes das situações que os afligem. Homens espirituais quando pressionados buscam sabedoria para produzir soluções permanentes, não alívio temporário. Aqueles homens queriam correr para Canaã e seguir com suas próprias vidas como sempre foram; mas José via ali uma nação a se formar, mas era preciso antes de tudo criar uma comunidade com propósitos mais firmes, e ele sabia o seu papel. Qual é o eu propósito de vida e ministério? Qual é o seu lugar em tudo isso?

Eis me aqui, Senhor para estar disponível à tua vontade. Ainda preciso de muitos tratamentos e quebrantamentos, mas só na tua presença isso poderá acontecer. Me entrego nas mãos daquele que pode todas as coisas, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s