Uma Retrospectiva

Meditação do dia: 16/042021

“E nós dissemos: Não poderemos descer; mas, se nosso irmão menor for conosco, desceremos; pois não poderemos ver a face do homem se este nosso irmão menor não estiver conosco.” (Gn 44.26)

Uma Retrospectiva – Como faço de quando em vez, reitero que o propósito principal dessas meditações bíblicas escritas por mim, é buscar alimento espiritual de forma bem equilibrada e constante na Palavra de Deus. Por razões diversas, especialmente pela proposta de escrever todos os dias, a escolha de temas fica mais acessível seguindo uma temática maior. Depois de vários anos explorando a aleatoriedade ou datas comemorativas, me dispus a um outro desafio que seria escrever os conteúdos seguindo algumas pessoas da Bíblia, famosas ou não, porque muita gente e ouso até dizer a maioria das pessoas do mundo antigo não foram famosas ou se destacaram como estrelas e figuras ilustres; como nos dias atuais, temos mais anônimos do que famosos e alguns que fazem de tudo para ser vistos e notados, ao mesmo tempo que outros não fazem questão de reconhecimento ou exposição pública. Eu sempre desejei que se um dia ficasse famoso, não gostaria que ninguém soubesse. Acho que me realizei! Digressão à parte, escolhi meditar numa sequencia de pessoas, começando por Jesus, João Batista e depois fui para o Gênesis me apegando à história de Adão e Eva e não tem como fugir da criação e os elementos subsequentes. Se eu disser para vocês que imaginava inicialmente fazer uns três ou quatro textos sobre cada personagem e assim, em um ano provavelmente eu esgotaria o projeto. Acontece, que nesse escopo, nunca houve a pretensão de ser uma biografia dessas pessoas, ou contar a vida delas e alguns aspectos que mais se destacam, como fazemos nas pregações na igreja sobre a vida e as atitudes de algum deles. Fui descobrindo e sendo descoberto pelos aspectos mais simples e as lições de suas vidas e os desafios que eles enfrentaram, que não são muito diferentes dos nossos no dia de hoje, assim as conquistas e vitórias deles, tal qual os fracassos, derrotas, pecados e acidentes de percursos, nos servem de lições e aprendizados. Com isso, lá se vão uns quatro anos de meditações nesses termos. Estamos seguindo a saga de José, que é uma das pessoas mais queridas no Velho Testamento e por se tratar de alguém cuja vida e seus acontecimentos percorrem os mesmos caminhos de muitos milhares de pessoas que podem se identificar come ele. Filho de um casal que se amava e pagaram um preço para viverem esse amor; nascido sob promessa e bênção de Deus; com muitos ”meio irmãos” e um único irmãozinho que ao nascer, ambos perderam a mãe e isso afeta a história de vida deles; criado numa “superproteção” paterna, o que ocasionou ciúmes e intrigas fraternas que culminaram numa ação desastrosa deles que produziram o seu desaparecimento e dato ao pai falsamente como morto. Vendido como escravo numa época em que as chances de sobreviver poucos anos já seria muita coisa. Ele sobreviveu, viveu, se adaptou e superou sua realidade e deu a volta por cima em tão alto estilo, que merece ter entrado para a história. Provavelmente ninguém no mundo, partindo de uma adolescência, escravização em terra estrangeira, ascendeu ao posto de primeiro ministro do maior e mais desenvolvido império da antiguidade, fez isso, sem bajulação, sem violência ou meios ilícitos. Chegou por trabalho, estudo e méritos de sua fé e conduta, como homem de Deus e firme nas suas convicções que produzia muito influencia mesmo numa cultura tão forte e resistente aos princípios que ele cultivava. Assim, José é o cara e todos nós, ricos e pobres, nobres e plebeus, reis e administradores, tem, podem e devem se dobrar diante de José, carinhosamente conhecido como “José do Egito.”

Deus amado, rendemos graças ao Senhor pela vida e pela história de José, com quem o Senhor andou e sustentou por vales e sombras muito densas. Ele não perdeu a fé e o Senhor não deixou de ser com ele em tudo e o honrou pela determinação e fidelidade mesmo diante do risco de sua vida, ele escolhia fazer o certo, honrar ao Senhor e respeitar as pessoas colocadas em autoridade sobre ele. Assim, hoje, milhares de anos depois, podemos aprender e crescer na fé pelo testemunho de pessoas como ele. Obrigado por nos sustentar e nos manter no caminho da vida. Agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s