A Glória do e no Egito

Meditação do dia: 28/05/2021

“E fazei saber a meu pai toda a minha glória no Egito, e tudo o que tendes visto, e apressai-vos a fazer descer meu pai para cá.” (Gn 45.13)

A Glória do e no Egito – Voltando a refrescar a memória dos nossos três leitores mais assíduos dessas meditações diárias; as palavras são objetos muito exatas e precisas para serem desconsideradas no seu verdadeiro valor. Não podemos exagerar na espiritualização das palavras ou verdades ensinadas, mas também não podemos nos tornar tão liberais e superficiais de forma que venhamos à cair na vala da profanação do sagrado. Minha expressão preferida é que o equilíbrio é o grande segredo da vida. Sem mais delongas, vamos ao que interessa de fato: Literalmente o texto sagrada conta a história de um jovem hebreu, que foi sacado de sua família e vendido à mercadores que o venderam como escravo no mercado egípcio. Ele superou as adversidades e as perdas, aprendendo muito em cada situação e achou mercê diante de seus senhores, tornando-se um servo de muito valor até chegar a interpretar um sonho profético de Faraó e por oferecer as soluções que as medidas demandavam, foi alçado ao posto de primeiro ministro, o segundo em poder e autoridade no velho Egito. Vinte e dois anos depois de seu desaparecimento, ele reconheceu e se deu a conhecer a seus irmãos que desceram ao Egito para comprar comida e ele ordenou que buscassem o seu pai e os demais familiares para viverem sob sua proteção, claro, com a permissão do monarca. Metaforicamente aplica-se aos caminhos da vida, dos peregrinos da fé, que são guiados pela fé numa jornada de aprendizagem e crescimento rumo a realizarem a missão de suas vidas. Todas as adversidades e males que se encontram pelo caminho, são oportunidades para testar a fé e a criatividade da pessoa. As diversas autoridades que surgem e passam pelas vidas nesse percurso, são passos necessários para se aprender a agir em obediência e fé, mesmo quando não se tem o controle das situações. Na verdade, na vida inteira, ninguém detém de fato qualquer governo absoluto sobre si e sobre o que acontece ao seu redor. Dependendo da fonte e da direção da fé de cada pessoa, alguém fica no comando, ou não! Alguns acreditam no “destino,” um ser inanimado, imprevisível e cheio de malevolência, que vive a pregar peças e fazer retaliações. Para outros, ninguém comanda nada e tudo é obra do acaso. No caso dos adoradores do Deus criador, tudo está dentro de um projeto maior do que todos e tudo se encaixa perfeitamente nos propósitos daquele que trabalha para a redenção de toda a humanidade. Essa é a nossa linha e maneira de crer e agir. Nas aplicações práticas da Palavra de Deus, tudo é útil e abençoador, porque entendemos que Ele é perfeito e está no controle de todas as coisas. Simbolicamente o Egito representa um padrão e estilo de vida sem Deus no comando; é terra estranha com seu próprio governo, que se faz de Deus para seus súditos. A riqueza e a glória do Egito, nessa forma de ver, é tudo transitória e fugaz, uma forma mística de ilusão e misticismo. José, aqui estava falando literalmente e mostrando aos irmãos onde fora que Deus levara sua pessoa no propósito maior de prover proteção e cuidados ao seu povo. Ele era famoso, bem sucedido e com influencia tal que possibilitava acolher a família num tempo delicado. Não é estranho pensar que José foi enviado na frente para construir um ninho ou abrigo que acolhesse um pequeno povo para iniciar a multiplicação prometida. Para nós hoje, a realização daquilo que é espiritual, profundo e misterioso, também precisa de um suporte material e de recursos transitórias, pois todas as coisas terminam em gente, em pessoas. A história da redenção é a história do amor de Deus por gente, que perde e precisa ser encontrada, liberta, transformada. O trabalho da igreja no mundo é lidar com gente, com pessoas que são alvos do amor de Deus. O que você faz, o que eu faço, termina em pessoas, ou termina em nada! Uma vida sem propósitos definidos e alcançáveis parece uma ponte ligando nada a lugar nenhum. Isso não é o padrão de Deus!

Senhor, obrigado por ter um propósito e um plano para cada um de todos os teus filhos. Somos parte de algo maior que nós e muito abrangente; podemos ser realizados ao servir aquele que nos serviu e ainda nos serve. Obrigado por nos chamar para fazer parte de algo tão grande e importante, algo pelo qual vale a pena viver, se entregar e se consumir no cumprimento dessa missão. Oramos agradecidos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s