O Pão Nosso de Cada Dia

Meditação do dia: 08/07/2021

“Acabando-se, pois, o dinheiro da terra do Egito, e da terra de Canaã, vieram todos os egípcios a José, dizendo: Dá-nos pão; por que morreremos em tua presença? porquanto o dinheiro nos falta.” (Gn 47.15)

O Pão Nosso de Cada Dia – Universalmente o pão está presente na vida de cada pessoa e todos dependemos dele todos os dias. Por tamanha importância, não ficaria de fora da Bíblia e nesse caso é um subsídio de muita importância para a nossa vida devocional e na prática da meditação bíblica, o pão é uma riqueza, quer no sentido físico e natural como no sentido figurado a um tal ponto que o próprio Autor da Vida, se identificou como sendo o “Pão da Vida” para todo aquele que dele se alimentar. “Eu sou o pão da vida” (Jo 6.48). Os Egípcios contemporâneos de José, viram-se na necessidade de pedirem provisões de alimento para que pudessem sobreviver àquela calamidade que perdurava. No começo de tudo isso, Faraó havia dada o José um nome, que veio a se tornar profético e porque não messiânico em sua missão. “E Faraó chamou a José de Zafenate-Panéia,” (41.45). Quero aqui explorar um pouco a possibilidade de conectar essa situação com a universalidade da fome espiritual e sua consequente busca incansável por saciedade. Como toda a população do Egito veio a José pedindo pão para sobreviver, eles representam a totalidade das vidas humanas que em dado momento se conscientiza de que suas fontes de recursos esgotam-se e por mais precavidos e previdentes que sejam, a realidade se impõe e ainda que por força da necessidade, se curvam diante daquele que é Senhor das provisões. O ser humano, na sua condição natural trabalha mais interessado na sobrevivência física do que na vida e condição espiritual que é eterna, isso é palavra de Jesus: “Jesus respondeu-lhes e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes. Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará (Jo 6.26,27). Quando falamos de provisão de pão, retornamos ao campo da fé e da comunhão com Deus, porque essas mesmas coisas estão interligadas e fazem parte das promessas de Deus ao ser humano, desde Adão no paraíso, até nas alianças celebradas com o povo escolhido. O modo como Deus administra o que lhe pertence, facilita a compreensão, pois ao criar o nosso mundo, ele o fez de tal forma que só depois de todas as coisas estarem devidamente em ordem e funcionando à contento, é que ele criou o homem e o encarregou de cuidar e lavrar o jardim. Tesouros que existem desde que o mundo é mundo vão sendo descobertos à medida que o conhecimento se aprofunda e novas demandas surgem. Isso está contemplado na oração do Pai Nosso, quando ele cita “o pão nosso de cada dia nos dai hoje…” Tudo o que o homem vier a necessitar em termos de vida e progresso, os elementos necessários estão disponíveis, é só procurar e transformar. Da mesma forma, antes que a demanda por redenção existisse, Deus já havia contemplado nos seus propósitos eternos. “…antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus, Que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos; E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo evangelho” (2 Tm 1.8-10).

Pai obrigado pelo Pão da Vida, que é Jesus, é por todas as provisões de que necessitamos e nos é suprido por sua riqueza em glória através de Jesus, nosso Senhor. Oramos  agradecidos pela abundancia e fartura que temos e lembramos aqueles que batalham diariamente pela sua fatia e ainda assim, permanecem firmes na confiança de não lhes faltará nada, porque a tua promessa é fiel. Oramos agradecidos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s