Do Egito Para Siquém

Meditação do dia: 10/09/2021

“Também os ossos de José, que os filhos de Israel trouxeram do Egito, foram enterrados em Siquém, naquela parte do campo que Jacó comprara aos filhos de Hemor, pai de Siquém, por cem peças de prata, e que se tornara herança dos filhos de José.” (Js 24.32)

Do Egito Para Siquém – O Bom filho à casa torna, é o que afirma um adágio popular e que pode muito bem ser aplicado nesse caso a José. Ele era um garoto, adolescente quando deixou a casa de seu pai apenas para ir conferir como andavam os trabalhos dos irmãos no apascentamento dos rebanhos da família. Sua vida sofreu um revés e alterou completamente de trajetória. Foi levado ao Egito e lá permaneceu todo o restante de sua vida até seu falecimento aos cento e dez anos de idade. Só fez uma viagem de volta, praticamente na metade de sua vida, quando voltou para sepultar seu pai. Mais de quatrocentos anos depois de sua morte os filhos de Israel se tornaram um grande povo, mas em condições de muito sofrimento e escravidão, quando foram poderosamente libertados sob a liderança de Moisés. Assim, o pedido que José deixara para que seus restos mortais fossem transportados para Canaã, foi atendido. Hoje estamos prosseguindo para nos deparar com esses mesmos ossos de José sendo sepultados finalmente em solo da Terra Prometida, e dentro da herança pessoal que Jacó havia designado a ele. Quando José ainda era um menino muito pequeno, e ainda tinha a companhia de sua mãe que se encontrava grávida esperando o nascimento de Benjamim, na viagem de Harã para Canaã, logo que chegaram, Jacó, comprou sua primeira propriedade de um morador da terra. “E chegou Jacó salvo à Salém, cidade de Siquém, que está na terra de Canaã, quando vinha de Padã-Arã; e armou a sua tenda diante da cidade. E comprou uma parte do campo em que estendera a sua tenda, da mão dos filhos de Hamor, pai de Siquém, por cem peças de dinheiro (Gn 33.18,19). Essa propriedade foi dada por Jacó em Herança para José, por ocasião das bênçãos do patriarca aos seus doze filhos, antes de falecer lá no Egito. “E eu tenho dado a ti um pedaço da terra a mais do que a teus irmãos, que tomei com a minha espada e com o meu arco, da mão dos amorreus” (Gn 48.22). Quero fazer aqui uma aplicação que parece um argumento racional e lógico, mas na verdade estamos olhando para uma peça grandiosa da fidelidade de Deus e do zelo daquelas pessoas para com as promessas divinas e os valores de família, cultura e tradição; isso tudo são elementos fundamentais de uma fé perseverante. Jacó comprou uma propriedade, mas peregrinou por toda a terra de Canaã, como seus pais e depois teve que lutar pela sua propriedade adquirida, porque certamente os nativos cananeus invadiram e reivindicaram a posse, mas Jacó fez prevalecer seus direitos. Quando foi para o Egito, deixou tudo para trás e ao contemplar os filhos com seus legados, deu aquela propriedade para José, diante de seus irmãos e aqui, quase quinhentos anos depois, os descendentes de José, finalmente chegam à terra prometida e tomam posse de suas heranças e também daquela propriedade particular e ali sepultam os ossos de José. Estou escrevendo isso, com muita admiração, zelo e reverencia ao valor daqueles feitos. Em nossa cultura os legados não são levados tão à sério e mesmo os cristãos, vivem a desanimar e desistir de promessas de Deus e também se recusam a trabalhar espiritualmente para deixar um legado histórico, moral e espiritual para os filhos. Me desculpem, mas somos moldados para sermos imediatistas, supérfluos, consumistas. Quem de nós, sabe alguma coisa além dos nossos bisavós? Nossa história se dilui muito cedo. Precisamos aspirar coisas mais duradouras e longevas. “Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele” Ec 3.14).

Obrigado Senhor, por mais um dia e mais uma oportunidade de servir e ser abençoador de vidas. Te agradeço pelo legado espiritual que Jesus nos outorgou mediante sua morte e ressurreição. Somos agora filhos de Deus e herdeiros juntamente com Cristo e todos os seus filhos são guiados pelo seu Espírito Santo. Peço que abras os olhos do meu entendimento para compreender a tua perfeita vontade revelada nas Escrituras e através do Corpo de Cristo, que á a Igreja, coluna e firmeza da verdade. Agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s