Um Sacerdote de Midiã

Meditação do dia: 25/11/2021

“E o sacerdote de Midiã tinha sete filhas, as quais vieram tirar água, e encheram os bebedouros, para dar de beber ao rebanho de seu pai.” (Êx 2.15)

Um Sacerdote de Midiã – É muito salutar fazer retrospectivas da vida e com um olhar sem as pressões do que aconteceu, poder observar os mesmos acontecimentos por uma perspectiva diferente e mais abrangente; agora se pode ver um contexto maior e com uma perspectiva de quem já superou aquilo tudo, podendo ser grato e feliz por ter de alguma forma vencido. A jornada de Moisés por exemplo, iniciou-se de forma atabalhoada, sem planejamento e nem mesmo um roteiro seguro, com destino previsto e recursos e provisões. Ele saiu fugitivo! Enveredou deserto adentro, com a única preocupação de sobreviver da sentença de morte imposta por Faraó. Não deve ter sido uma viagem tranquila, e nem se esperava que fosse. A preocupação era distanciar-se o mais rápido e o mais distante possível da influencia egípcia, pois certamente a corte imperial tinha amigos e aliados por todos os lados e também havia caçadores de recompensa e povos hostis e salteadores por todo o deserto. Agora ele chegar a um poço, que era indício de civilização por perto e seria plausível imaginar abrigo e asilo ou proteção ainda que provisório. É assim que aparece a figura de um sacerdote local, que irá servir perfeitamente bem para a nova fase de sua vida. Sem entrar ainda nos méritos do que esse sacerdote de Midiã viria a ser na vida dele, desejo de coração fazer dessa oportunidade uma ponte de ligação entre minhas experiencias de viver fora da casa dos meus pais e da minha família, igreja, amigos e até mesmo da minha cultura nativa lá do Goiás querido, onde não chove e o mato é verde. Eu e muitas e muitas pessoas tiveram e outras estão experimentando viver “exilado” pelas mais variadas razões e necessidades. A adaptação inicial é um processo doloroso, mas pretendo focar na gratidão pelas muitas vidas de indivíduos, famílias, igrejas  e grupos que serviram-me de apoio e ajuda, que não há palavras para descrever minha gratidão a todos eles. Como Anápolis me acolheu com carinho e minha gratidão à família do então diácono José Silva e família, A Edna me provoca até hoje; o Gilberto e sua família, os pastores e tantos amigos, obrigado a todos, não dá para citar nome por nome. Depois veio a fase do Seminário no Paraná e turma de 1981e as adjacentes. Como foram e são preciosos mim até hoje e recebam a minha gratidão pela amizade, comunhão, correções e ajuda, que sem ela certamente hoje eu não seria o que sou e nem quem sou. Os professores e missionários e todos daquela comunidade, que foram e ainda são influencias poderosas e positivas em todos nós. A Mama Vitória, de Pérola e os Grando, como que me adotaram e somos próximos até hoje. À seguir vieram inicio e consolidação de ministério em Minas gerais, onde ganhei muitos amigos e uma família para chamar de minha, os Novais Ferreira, que não me aguentam mas não me largam. Os baianos de Itororó, na terra do cacau e da melhor carne de sol. Depois os capixadas, de onde veio a esposa e a raiz da minha família e toda a família Batista do Calvário de Barra de São Francisco e Agua doce do Norte, chegados do coração até hoje. Os Paulistas são um caso de amor à toda prova, desde Marília e depois Guararapes já por trinta anos. Só Deus para abençoar e recompensar o que cada um significa para mim, minha família e ministério. Paulistas e paulistanos, amo a todos vocês e sou grato pela vida de vocês. Não poderia deixar de agradecer três leitores mais assíduos e que nunca deixaram de apoiar nessas meditações. Tudo e todos que tentei descrever aqui, são para mim, como aquele sacerdote de Midiã, na vida de Moisés. Não me conheciam, mas me receberam, apoiaram e me fizeram crescer. Certamente o amor nunca falha!

Senhor, quero agradecer por cada pessoa em cada uma dessas etapas todas da minha vida que se dispuseram a ser bênçãos e investidores na minha e me ajudaram a chegar até aqui. Obrigado por cada um, em suas singularidades, todas foram e são bênçãos e desejo que sejam recompensadas por ti, porque não tenho como fazer. Eles amaram um forasteiro, abrigaram e foram tudo o que eu precisava e um pouco mais. Eu os abençoou com toda sorte de bênçãos, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s