Muitos Dias Depois

Meditação do dia: 06/12/2021

“E aconteceu, depois de muitos dias, que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão.” (Êx 2.23)

Muitos Dias Depois – Pela maturidade cristã e tempo de convivência com a Bíblia e sua forma de narrar os fatos, todos sabemos que as histórias contadas e registradas posteriormente, levam em consideração os fatos relevantes e não necessariamente a cronologia de datas ou contagem de tempos. Quando o nosso texto de hoje fala de “depois de muitos dias,” aqui se refere a anos¸ se passaram muitos anos. Pelos contextos sabemos que Moisés ficou aproximadamente quarenta anos em Midiã, com Jetro ou Reuel aquele sacerdote e sogro, até quando recebeu a ordem de voltara para tirar os filhos de Israel do Egito. Esses muitos anos foram necessários para o amadurecimento do projeto de libertação, isso da parte dos hebreus, de Moisés e até com a troca de comando no império do Egito, com a morte do Faraó, que era o pai da princesa que criara Moisés. Não pretendo fazer uma descrição injusta ou maldosa com Moisés e sua decisão precipitada de tirar o seu povo do Egito. Mas a promessa de Deus dada a Abraão, afirmava que eles seriam escravizados duramente por quatrocentos anos e então seriam libertados por Deus. “Então disse a Abrão: Saibas, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos, mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza (Gn 15.13,14). Não vou utilizar o expediente de preciosismo, mas o registro de quando saíram foi que estiveram servindo no Egito por quatrocentos e trinta anos. “O tempo que os filhos de Israel habitaram no Egito foi de quatrocentos e trinta anos. E aconteceu que, passados os quatrocentos e trinta anos, naquele mesmo dia, todos os exércitos do Senhor saíram da terra do Egito” (Ex 12.40,41). O que estou dizendo com esses anos de diferença, é que quando Moisés fez aquela tentativa de ajudar seus irmãos e deu tudo errado, pelos cálculos então estavam com trezentos e noventa anos, faltavam dez anos para a libertação, mas com a interferência humana para fabricar os resultados, adiou por mais trinta anos. Você pode imaginar trinta anos de servidão dura e opressora? Para quem está debaixo do jugo é muito tempo e muito sofrimento. Ao invés de adiantar dez anos, atrasou em trinta anos. Lembramos de Adão e Eva com suas folhas de figueira para cobrir a nudez; Abraão fabricando um Ismael, enquanto Deus tinha um Isaque programado. Saul dando a sua armadura para o jovem Davi enfrentar um gigante. Precisamos confiar no Senhor de todo o nosso coração, para não interferirmos com nossos arranjos que nem sempre dão certo. Deus é muito sábio para frustrar seus próprios planos.

Senhor, obrigado por saber como as coisas devem acontecer e ter um perfeito controle e governo de todas as coisas. Podemos confiar em teu caráter e andar em fé, crendo que estás no controle de todas as coisas. Pedimos sabedoria para viver a tua vontade em cada etapa e servir de bênçãos e estímulo aos que juntamente conosco estão servindo com bravura e fidelidade. Oramos agradecidos, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s