A Morte do Rei do Egito

Meditação do dia: 07/12/2021

“E aconteceu, depois de muitos dias, que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão.” (Êx 2.23)

A Morte do Rei do Egito – Um dos grandes benefícios de se estudar a história é para que os erros do passado não voltem a se repetir. Mas parece que a despeito de todo o conhecimento e o acúmulo de experiencias e testemunhos não são suficientes para a humanidade não repetir ciclicamente os mesmos erros. Parece um mal endêmico em cada geração. Pessoas mais sábias e com condições de pesquisa e processar dados já constatou que embora o ser humano é capaz de acumular conhecimentos e o vem fazendo muito bem por toda a sua história. Podemos constatar isso pelas inúmeras bibliotecas, museus e muitos outros meios de deixarem legados para as próximas gerações construírem à partir de onde pararam e expandir exponencialmente o potencial humano. Mas a cada geração aparece um “gênio” afirmando que acaba de “descobrir o fogo e inventar a roda.” Agem com tamanha individualização, estabelecendo ou ao menos desejando firmar seu império, deixar sua marca como sendo inédito, exclusivo e único. Quem, como nós procura o conhecimento bíblico com finalidades devocionais, para adoração e crescimento íntimo para melhor servir a Deus através de servir ao próximo, estudamos e aprendemos e procuramos passar adiante um bom fundamento para que outras gerações construam à partir dali, já que todos o fazemos sobre um único fundamento que é Cristo. “Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo” (1 Co 3.10,11). Ao estudar o passado, o fazemos também com a ótica de comparar o que foi feito com o que fazemos para que possamos aperfeiçoar nosso aprendizado e contextualizar o princípio sem negar-lhe a autenticidade, porque princípios são perenes, eternos e imutáveis. Seguindo o princípio das alegorias, tipos e metáforas, aprendemos com o melhor que a vida proporcionou aos antepassados, que passaram por aqui antes de nós e foram vencedores e bem sucedidos. O Egito é literalmente uma nação antiga, berço de civilizações e se susteve por todas as eras e como tal, tem suas características positivas e negativas como qualquer outro povo e civilização. Foram o berço acolhedor do provo hebreu, que desceram de Canaã para lá e se tornaram um povo numeroso e atraindo para si o medo e a opressão dos reis egípcios, que os escravizaram e oprimiram por quatrocentos anos, sucedendo-se períodos de alívio e paz, com tempos difíceis e incertos. Espiritualmente, o Egito sempre foi o símbolo do estilo de vida sem Deus, onde o pecado e o mal imperam, oprimem, matam e destroem sem piedade. O rei do Egito morreu, como diz o texto, mas por si só, isso não põe fim ao mal e ao sofrimento porque o rei apenas representa o poder operante e isso não cessa com a morte daquela pessoa investida de poder; imediatamente outra é levantada e coroada para seguir tudo como sempre foi. Como cristãos  estamos aqui num papel de sal e luz e consequentemente, somos a minoria e nunca seremos apoiados pelos sistemas mundanos dominantes. Cumprimos funções muito importantes se somos oprimidos como se opuséssemos ao bem e o progresso humano. Desde que o mundo é mundo, os sistemas vem e vão, se sucedem, trocam de nome, modo de operar e ganham novas roupagens, mas não se iludam, morre um rei e levanta-se outro. Vida que segue! Trocou o rei do Egito mas o povo ainda estavam em escravidão e Moisés ainda teria muito trabalho para produzir a libertação. Essa é a lição da vida!

Senhor, só o Senhor vive eternamente e governas com sabedoria, justiça e verdade. Somos o teu povo e clamamos por ajuda para termos a nossa libertação do poder do inimigo, que não é apenas um homem, mas um poder maior está por detrás de todas as ações. Reconhecemos que maior é aquele que está em nós, do que aquele que está no mundo. Nossa vitória está em ti, o Senhor é a nossa vitória, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s