Arde Mas Não Consome

Meditação do dia: 17/12/2021

“E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia.” (Êx 3.2)

Arde Mas Não Consome – É impressionante apenas imaginar como fora aquela aparição divina num arbusto em pleno deserto. O inusitado em meio à rotina diária para quebrar a sequencia de monotonia. Ainda que a vida no deserto apresente suas peculiaridades, algo naquele dia aconteceu que nada tinha de comum e corriqueiro. Moisés já estava habituado com a vida pastoril, o convívio com o deserto e suas incógnitas. Climas extremos a cada doze horas, paisagens que se mudam constantemente e ainda assim, tudo parece normal. Talvez uma chama de fogo queimando alguma coisa não fosse tão natural de se encontrar, mas fogo é fogo e havendo material para alimentá-lo ele se mantém; ou seja, há uma lógica nisso tudo. O que não era natural observado por Moisés foi que aquela chama se mantinha acesa e o arbusto também se mantinha intacto. Quando é que o natural se torna sobrenatural? Quando é que algo comum, deixa de o ser e se revela inédito ou interessante? Podemos depreender que isso também está ligado ao observador. Quando é que passamos a prestar atenção de fato? Quando é que algo nos desperta e nos convida a mudar o foco? É possível nos habituarmos com o sobrenatural de Deus e das verdades espirituais que elas não mais sejam fantásticas. Podemos nos acomodar com o inusitado e fazer daquilo uma rotina de nossas vidas. Me refiro a deixarmos de apreciar as grandezas de todas as riquezas espirituais tanto na Palavra de Deus, como no seu agir constante na nossa vida e da igreja. Deus sempre estivera presente na vida de Moisés cuidando dele e preparando-o para a grande missão. Naquele dia o encontro seria mais intimista e novos aspectos de Deus precisavam serem conhecidos, mas a princípio não despertou muito interesse em Moisés que continuava focado em sua tarefa ordinária. Mas sua atenção foi exigida, porque ele percebeu que alguma coisa diferente estava acontecendo ali, pois o fogo permanecia e a sarça não se consumia, então algo de especial haveria naquele arbusto. Comparando as coisas, tudo que é finito, mortal e ou simplesmente passageiro, se espera que naturalmente revele os sinais do desgaste e seu fim vai se mostrando. Mas ali, isso não estava acontecendo. Gostaria de pensar com vocês, sobre acontecimentos em nossas vidas diárias que se mostram diferentes e nós, simplesmente custamos a prestar atenção. Deus está chamando nossa atenção, mas ainda estamos focados em nós mesmos ou em nossas ocupações. Os discípulos no Caminho de Emaús, demoraram para perceber que o caminhante ao lado deles era Jesus. “E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras? (Lc 24.32). Já parou para pensar se tem algo inédito acontecendo por perto?

Senhor, obrigado por nos chamar a atenção para a direção em que o Senhor está atuando e deseja se revelar a nós. Estamos aqui, com o coração cheio de vontade de conhecer coisas novas e poderosas no Espírito Santo, e elas podem se mostrar pelos caminhos mais simples e comuns segundo a tua determinação e graça. Então, pedimos sabedoria para discernir o teu agir em nós e através de nós. agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s