Conferindo a Visão

Meditação do dia: 18/12/2021

“E Moisés disse: Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão, porque a sarça não se queima.” (Êx 3.3)

Conferindo a Visão – Admiro muito essa passagem e já é de muito tempo que leio e medito nela e ainda assim acredito que estou apenas arranhando a superfície de tudo o que ela pode me oferecer. A riqueza espiritual desse texto não é apenas pelo fato de ser a descrição de uma manifestação extraordinária de Deus a uma grande pessoa, com uma vocação especial e um ministério de primeira grandeza. Todo o contexto do acontecimento é de fato interessante, por se tratar de algo que não se encontra no cotidiano e muito menos com muitas pessoas. Foi um evento único para uma pessoa única e para revelar uma experiencia única. Mesmo se tratarmos o texto e a experiencia de Moisés pelo ponto de vista de uma metáfora ou de uma alegoria, ainda assim, é muito grande a lição a ser aprendida e dificilmente absorveremos tudo de uma vez. Moisés estava vendo algo sobrenatural, mas tratava o quadro por uma perspectiva natural, ou seja, ele achava que de alguma forma ou fenômeno, um fogo se acendera espontaneamente naquele arbusto. Isso é parecido com fatos que Deus está produzindo na experiencia de pessoas, mas elas insistem em aceitar tudo como algo natural ou acidental. No caso de Moisés ele percebeu que alguma coisa não permitia a naturalidade dos fatos, afinal, o tempo passava, a chama permanecia intensa, mas o arbusto não se queimava. Dentro do natural acontecia algo sobrenatural e foi isso que chamou a sua atenção. Ele se prontificou a verificar e entender. À princípio ele estava olhando, focado em outras ocupações, mas agora ele resolveu dar atenção àquilo. É uma decisão que tomamos. Podemos continuar com nossa rotina ou podemos parar e conferir o que de fato está acontecendo. Era uma visão muito grande para ser ignorada. O que torna uma visão grande? A sua origem, a sua mensagem ou propósito? Os resultados possíveis? Ou uma combinação de tudo isso? Fomos chamados por Deus para fazermos algo e a importância que atribuímos a isso, valoriza a nossa experiencia. Já de alguém que escreveu sobre esse texto, e ali o escritor assume a visão de Moisés numa comparação ou observação do próprio Moisés se vendo naquela sarça, imaginando que sua vida não era como ela, pois ele ardeu e se consumiu de uma só vez lá no Egito e sua vida acabara por ali mesmo. Claro, é uma interpretação desse autor. O Moisés príncipe, realmente ficara para trás à muito tempo; ali estava o Moisés homem, pastor de ovelhas, trabalhador e pai de família. Deus estava reconstruindo aquela vida de dentro para fora e agora ele começava a ver coisas por um outro ponto de vista. O sobrenatural começava a lhe chamar a atenção. Uma nova fase estava para se iniciar.

Pai agradecemos pelas novas oportunidades que aparecem para cada um de nós, mesmo quando não estávamos buscando isso, ou estamos focando nossa atenção em fatos apenas comuns do nosso dia a dia. Buscamos iluminação divina e sabedoria dos altos céus para fazermos a tua vontade no teu tempo e no teu modo. Agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s