Qualquer Arbusto Serve

Meditação do dia: 19/12/2021

“E Moisés disse: Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão, porque a sarça não se queima.” (Êx 3.3)

Qualquer Arbusto Serve – A curiosidade humana é algo que pode lhe render bons frutos no seu trabalho e em praticamente todos os demais setores da vida. Aquele instinto investigativo de querer saber como as coisas acontecem, como funcionam e para que serve tem produzido muito desenvolvimento e progresso para a humanidade. Graças a esses curiosos e inventivos cérebros privilegiados muitas invenções surgiram e tantas outras foram aperfeiçoadas, criando utilidades que facilitam a vida e aumentam a produtividade. Moisés quis saber qual o segredo daquele arbusto não se consumir pelas chamas, e isso o levou a tomar uma iniciativa de ir e verificar de perto; foi aí que ele fez de fato a grande descoberta da sua vida até então. Como escrevemos anteriormente, mais importante do que ter uma visão ou revelação de Deus, é reagir a ela de forma construtiva. Deus estava atraindo a atenção dele, até que de fato ele se inquietasse com aquilo que até ali, lhe parecia um fenômeno natural e no máximo, estranho, um arbusto que queima, queima e não se acaba. As habilidades intuitivas dele lhe diziam que mais cedo ou mais tarde o fogo se apagaria, pois aquele arbusto não teria condições de alimentar a chama indefinidamente. Vou mexer aqui, com o que chamamos de vocação ministerial, ou chamado. Inicialmente é como uma atração no coração e na mente, que ocupa muito do tempo da pessoa e ela tenta racionalizar e ver como atender aquilo sem abrir mão do resto de sua vida, que inclui o trabalho, a família, a igreja local, os sonhos e os planos de carreira. Quando se trata de um chamado específico para dedicação integral, essas tentativas não prevalecerão e a insistência em fazer tudo junto e misturado vai se tornando em fatores de frustração e improdutividade até essa inquietação ser confrontada com uma avaliação séria e o coração aberto diante de Deus. Nos tempos de seminários se dizia que a pessoa chamada por Deus para o ministério, não presta para mais nada; ele faz ou ele faz! Moisés descobriu que aquele fogo na verdade era uma representação visível do Deus Todo Poderoso, que ele conhecia como o Deus de Abraão, Isaque e Israel. Não era a sarça, o arbusto que sustentava a chama, mas sim, Deus! Não havia nada de especial no arbusto, era arbusto mesmo! Então, se era Deus que sustentava a chama, consequentemente qualquer arbusto serviria. Até ele poderia servir para os propósitos divinos, porque não seria ele que sustentaria a vocação e aguentaria a pressão e o peso do ministério, mas Deus sustentaria, sustenta e sustentará. Você, eu e todos nós, por que achamos as vezes que somos alguma coisa, servimos para alguma coisa? Sem a presença de Deus, a chama do Espírito Santo ardendo dentro de nós, quanto tempo acham que resistiríamos? Por que tantos se esgotam, desfacem, desistem ou sucumbem diante da pressão da vida ministerial, familiar, no trabalho e nas sucessivas crises? Se é Deus que sustenta a chama, qualquer arbusto serve, até eu e você! Já fez essa descoberta? Se isso está sendo uma revelação nova para você, ela pode mudar ou impactar sua vida definitivamente, se você reagir construtivamente à nova visão ou revelação que está tendo agora. Não sou eu que sustento a chama, é Deus!!!!

Senhor, meu Deus e Pai; graças te dou, por ter me criado, sustentado e em algum dia me chamado para servir e realizar uma tarefa, que é sim, muito especial, por ser a tua tarefa, a tua obra. Reconheço que não há em mim nada de tão especial, senão a tua graça, a tua vocação e o teu poder operando através de mim, para algum fim proveitoso. Reconheço que não posso sustentar acesa a chama da minha vocação sem o teu poder atuando em mim. Nenhum de nós podemos, por isso pedimos graça e misericórdia pela nossa atitude de arrogância e orgulho, achando que somos nós que fazemos e acontecemos, mas não é, definitivamente nunca foi. Obrigado pelos rios de águas vivas que fluem do interior de todo aquele que crê segundo as Escrituras; pelo poder do Espírito que veio sobre nós no batismo com o Espírito Santo e nos revestiu de poder para sermos testemunhas em toda parte. Graças a Deus pelo seu dom inefável como disse Paulo. O Senhor é Deus de maravilhas e isso nos deixa maravilhados, abençoados e podemos renovar a nossa consagração a ti e ao teu chamado. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s