Vendo Atentamente

Meditação do dia: 27/12/2021

“E disse o Senhor: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores.” (Êx 3.7)

Vendo Atentamente – É bastante interessanteexercitar o pensamento sobre algum tipo de experiencia que está distante da nossa realidade e que precisa ser contemplada unicamente pela fé. Cito como exemplo para hoje a área do conhecimento. Sabemos que não sabemos muito e isso já é uma grande conquista. Não saber que não sabemos deixa-nos como que no escuro, sem qualquer referencia. Quando voltamos nossa mente e pensamentos para Deus e acreditamos que ele SABE TUDO, deixa-nos um tanto intrigados, porque nem mesmo sabemos o que é TUDO! Tudo é muita coisa para nós e imagina tudo para Deus? Somos limitados em TUDO e cremos que Deus não conhece limites o que se torna outro ponto de abstração para nós. Quando Deus disse a Moisés que via atentamente a aflição do povo, ligamos a idéia, ao nosso conceito de olhar atentamente para algo, ou um ponto determinado. Temos dificuldades de concentração ou precisamos nos disciplinar para permanecermos atentos por muito tempo. Segundo os peritos em educação, o limite normal de atenção de um adulto é de quarenta e cinco minutos e depois a dispersão é natural. Até por isso os períodos de duração de aulas e palestras são em sua maioria baseadas nesses parâmetros. Deus não tem limite de atenção e não precisa focar em algo para não perder algum detalhe. Teoricamente todos nós sabemos disso de cor e salteado. Na prática, de vez em quando nos apanhamos a nós mesmos orando a Deus e perguntando-lhe se ele viu algo, se sabe do que estamos passando! Me desculpem, se isso não acontece com vocês, ou nos círculos onde frequentam; se assim o for, estão de parabéns e estão mais amadurecidos e cultivando um bom grau de comunhão e intimidade com Deus e isso me deixa feliz e orgulhoso de ter amigos e irmãos assim. Acredito que exatamente por sermos limitados, temos tantos problemas com limites, pois quando o assunto é muito bom e prazeroso, achamos os limites muito curtos e quando se trata de dor, sofrimento, ter que esperar e suportar os limites parecem longos demais. Aqui, então precisamos muito do exercício da fé e da confiança em Deus. Ele sabe tudo que se passa conosco e ele está sempre atento, cuidando para que nada passe do limite e do ponto certo. Podemos e precisamos confiar nisso, ou teremos problemas em confiar no caráter dele. Uma pessoa cristã não precisa tanto de conhecimento teológico para ficar firme e crescer na graça e no conhecimento do Senhor; mas precisa sim, desenvolver uma amizade e comunhão muito estreita com ele. Isso é muito forte e capaz de sustentar qualquer um em qualquer momento. Permita-me exagerar no exemplo: Quanto de teologia ou conhecimento teórico Abraão tinha? Quanto de conhecimento experimental, amizade, comunhão e companheirismo ele tinha com Deus? As ciências acadêmicas e entre elas a teologia foram se desenvolvendo e sistematizando o que as pessoas já conheciam e experimentavam à milhares de anos. Quanto menos se conhece, mais formal é o tratamento. Quanto menos intimidade com Deus, mais se acrescenta ingredientes religiosos para se proteger e agradar. Aconselho de boa fé, que você leia sua Bíblia com muita simplicidade; ore com fervor e gratidão e passe mais tempo em contemplação, meditação e adoração, sozinho, mais do que coletivamente com a igreja nos cultos. Vá mapeando o seu desenvolvimento e não se orgulhe disso, permanece humilde e simples. Quando o Espírito Santo começar a te revelar verdades bíblicas profundas, à princípio guarde-as só para você, no seu coração e compartilhe aquilo que abençoa e estimule o crescimento e a edificação dos outros. Seja ousado em orar por pessoas em necessidade, se desafie a orar profeticamente por pessoas, situações e cresça em generosidade. “Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo” (Lc 6.38).

Grande é o Senhor e mui digno de ser louvado! Engrandecido, adorado, exaltado para sempre e sempre seja o nome do nosso Deus, o Criador de todas as coisas, que em santo amor, criou, sustenta, guia e governa tudo. Nossas vidas estão nas mãos desse Deus único, soberano e amoroso Pai! Graças te rendemos, nos prostramos diante reverentemente e reconhecemos a tua grandeza e a tua glória! Por Cristo, em Cristo e para Cristo, hoje e eternamente, amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s