Qual o Nome?

Meditação do dia: 17/01/2022

“Então disse Moisés a Deus: Eis que quando eu for aos filhos de Israel, e lhes disser: O Deus de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o seu nome? Que lhes direi?” (Êx 3.12)

Qual o Nome? – Fomos criados, a maioria absoluta de nós, numa cultura monoteísta, com a admissão de um único e verdadeiro Deus, aceito e adorado se manifestando em trindade – três distintas e santas pessoas, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. De certa forma, ninguém de nós perguntaria o nome de Deus no sentido de distingui-lo de outro qualquer. Por reverencia cultural, o chamamos de Senhor, Pai ou Senhor Deus. Moisés fora criado num ambiente politeísta e onde até mesmo o rei, o faraó era um deus, e havia centenas de outros deuses e semideuses. Na sua origem, ele fora ensinado no pouco tempo de convivencia com a família hebreia, que havia um único Deus, conhecido como o Deus de seus antepassados, Abraão, Isaque e Jacó, que lhes dera as promessas de se tornarem uma nação e possuírem futuramente as terras das suas peregrinações em Canaã. Abraão, tivera um relacionamento muito próximo com Deus, e o chamava de Altíssimo, o Criador dos céus e da terra. “Abrão, porém, disse ao rei de Sodoma: Levantei minha mão ao Senhor, o Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra” (Gn 14.22). Na atualidade, essa questão para nós está resolvida, pois estamos muito distante desse tempo e a teologia já foi muito bem estabelecida, tanto para os hebreus antigos, que nos legaram o Velho Testamento, como as grandes verdades em termos de revelação escriturística sagrada, já se consolidou, incluindo a encarnação do Verbo de Deus. “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.
Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade”
(Jo 1.1-3,14). Para nós, o nome de Deus é mais que um nome, mais que uma palavra. Ele representa a sua pessoa, o seu caráter e tudo o que encerra a nossa fé sobre a sua divina pessoa. Jesus, é hoje, o nome acima de todos os nomes, sob o qual todo joelho se dobrará e toda língua confessará que ele é Senhor, para glória de Deus Pai. “Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai” (Fp 2.9-11).

Pai, obrigado por sua bondade e compaixão, em se revelar atrás das Sagradas Escrituras, mas também através de Jesus Cristo, a revelação especial. Hoje te conhecemos e o poder do teu nome e somos gratos por isso. Em nome de Jesus o nosso redentor forte. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s