A Bênção de Jetro

Meditação do dia: 23/03/2022

“Então foi Moisés, e voltou para Jetro, seu sogro, e disse-lhe: Eu irei agora, e tornarei a meus irmãos, que estão no Egito, para ver se ainda vivem. Disse, pois, Jetro a Moisés: Vai em paz.” (Êx 4.18)

A Bênção de Jetro – Ouvimos o tempo todo que ninguém é uma ilha, ninguém vive isolado, pois precisamos da companhia de outros seres humanos próximos de nós. isso faz parte de nosso natureza e constituição. Somos seres gregários! Nos relacionamentos sociais nos envolvemos em muitos círculos de contatos, que tornam a nossa vida e a nossa existência mais significativa. Também precisamos lembrar disso nas questões íntimas e pessoais, como a fé e a vocação ao serviço sagrado. As pessoas fazem parte de nossas vidas e por mais que pensemos que elas não têm nenhuma participação ou interesse no que nos diz respeito, isso não é totalmente verdade. Vemos aqui, na experiencia de Moisés, que ele morava em uma terra estranha à sua de origem, vivia ali acolhido por uma família midianita, de um sacerdote, e nessa família encontrou a sua esposa e também ali nascera seus dois filhos. Digamos que agora Moisés tinha raízes naquele lugar e com aquelas pessoas. Seu sogro influenciara muito a sua vida por ser um homem sensato e sábio, fora um instrumento abençoador de Deus para cuidar de Moisés numa etapa difícil e muito importante de sua vida. Olhando para a minha própria trajetória, posso distinguir muitas pessoas, homens, mulheres, famílias, que foram colocadas por Deus no meu caminho em momento que era tudo o que eu precisava. Desde que saí do internato no seminário, até me estabelecer e casar, foram sete anos servindo como pastor auxiliar em diversas igrejas, em cidades e estados diferentes até a Monte das Oliveiras em Guararapes se tornar o início da minha carreira solo. Sou grato a Deus e a essas muitas pessoas que tornam viável a minha experiencia ministerial e me deram o suporte necessário. Deus os abençoe e as recompense imensamente. Jetro disse para Moisés ir em paz! Isso significa que ele abençoava a nova missão de seu genro. As pessoas podem ser instrumentos de confirmação da vontade divina para nossa vida e decisões que tomamos, pois elas fazem parte daquele contexto onde as coisas estão acontecendo. O sábio Salomão disse: “Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança” (Pv 11.14). Mesmo que não se trate de experiencias de vocação e ministério, se a pessoa tiver ao seu lado bons amigos, pessoas amadurecidas e experientes, piedosas, não desperdice esse potencial abençoador e faça uso disso. Se aconselhe! Ouça, mesmo sabendo que o peso da decisão é sua, não transfira isso, mas seja sábio e ouça os sábios; foram presentes de Deus colocados perto de você e de nós.

Senhor, a nossa gratidão hoje é pelas vidas abençoadoras que tens colocado à nossa disposição. São vidas preciosas que estão andando contigo à mais tempo do que nós, ou possuem experiencias que diferem das nossas e por isso mesmo são instrumentos de tua graça para nos abençoar. Reconhecemos o papel e a importância de cada uma delas e louvamos o teu nome por cada uma e até aquelas que permaneceram anônimas e nunca soubemos que nos abençoaram. Que sejam fortalecidas com poder no interior de cada um e juntos sejamos uma fortaleza de amor e proteção de uns para com os outros; em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s