Inclinação & Adoração

Meditação do dia: 13/04/2022

“E o povo creu; e quando ouviram que o Senhor visitava aos filhos de Israel, e que via a sua aflição, inclinaram-se, e adoraram.” (Ex 4.31)

Inclinação & Adoração – Linguagem corporal, quem nunca ouviu falar sobre isso? Existem profissionais da área do comportamento humano, que se especializam em estudar e observar a linguagem através da expressão corporal das pessoas. Há padrões que se repetem em indivíduos e sociedades, de forma que até mesmo são adotados como veículos de comunicação através de imagens impressas e que servem de indicação. Alguns gestos ou posturas são universais e em qualquer lugar que se faça, tem a mesma significação. A fé, a religião e o culto não ficam de fora dessa vasta gama de possibilidades. Aqui, no nosso texto de hoje, encontramos Moisés e Arão com os líderes do povo hebreu, numa das primeiras reuniões de planejamento para a libertação do povo. Após ouvirem que Deus estava de fato trabalhando em função de cumprir as promessas feitas aos patriarcas, e que tais promessas agora estavam mais perto do jamais estiveram de se cumprirem. Eles se inclinaram e adoraram a Deus. A verdadeira adoração é levado à efeito no espírito humano (coração), onde acontecem as manifestações da fé, do Espírito Santo, da Palavra de Deus e das percepções espirituais. Deus é Espírito e nos criou à sua imagem e semelhança, portanto somos um espírito, que possuímos uma alma, que nos individualiza, caracteriza e personifica como indivíduos e moramos num corpo físico-material, que é mortal e corruptível, mas sujeito aos efeitos da obra da redenção e no futuro será transformado e glorificado na semelhança do corpo glorioso que o Senhor Jesus tem hoje após a sua ressurreição. A adoração acontece nessa dimensão pessoal e individual, mas é expressa em forma de linguagem humana, pelas manifestações do corpo, refletindo aquilo que é fato dentro do coração. Inclinar é uma expressão de humildade, submissão e não reação hostil, significando total rendição da pessoa a Deus e ao culto oferecido a ele. Inclinar-se diante de alguém é expressar reconhecimento da outra como superior, merecedora de respeito, reverencia e submissão. Por isso que os reis e autoridades da antiguidade exigiam isso dos súditos, até mesmo sob pena de morte. Deus recebe isso do seu povo, como expressão de alegre submissão e reconhecimento do seu poder, autoridade e glória.

Obrigado pai, por entender nossas intenções de adoração e glorificação ao teu santo nome e nos submetermos a ti com prazer e alegria. Receba a nossa adoração, em espírito e em verdade, fruto de nossa conversão a ti e entendermos que só tu és Deus e o único que é digno de adoração. Fazemos isso em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s