Deus Fala Com Os Líderes

Meditação do dia: 28/05/2022

“Todavia o Senhor falou a Moisés e a Arão, e deu-lhes mandamento para os filhos de Israel, e para Faraó rei do Egito, para que tirassem os filhos de Israel da terra do Egito.” (Ex 6.13)

Deus Fala Com Os Líderes – A visão que o passageiro tem do banco do carona é muito diferente da visão do motorista. Isso é válido para conduzir um veículo e o passageiro precisa confiar e não interferir na condução, com risco de produzir um acidente. Isso também é válido para a liderança em todos os níveis e instancias. Quem está no comando precisa estar seguro de que as responsabilidades são suas e ainda que consulte e receba ajuda e apoio, é sobre ele que recai as decisões. Isso vale para a vida também. Cada pessoa nasce para cumprir um propósito e a sua vida lhe é confiada e as responsabilidades também. Já está prescrito no manual, que cada um dará conta de si mesmo. “De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus” (Rm 14.12). Em termos de responsabilidades ministeriais, Deus fala aos líderes e trata com eles. Líderes existem para representar os liderados, por isso mesmo eles precisam ser confiáveis e responsáveis pelas decisões. No caso da libertação dos hebreus do cativeiro egípcio, o Senhor Deus vinha trabalhando com Moisés com líder principal, Arão, seu irmão e os anciãos do povo ou líderes tribais. Na crise provocada pela primeira recusa de Faraó em liberar o povo para sair, o povo ficou frustrado porque a expectativa deles era de uma saída rápida, fácil e sem conflitos. Isso era o que se passara na cabeça deles! Moisés e Arão não esperavam por isso e estavam cientes da resistência que o rei ofereceria. Os anciãos tinham uma visão melhor do que a do povão, mas não muito distante, por isso mesmo entraram em crise de imediato e transmitiram o vírus da murmuração e da discórdia entre o povo. A pressão chegou a Moisés e Arão. Desanimar é uma característica humana e ainda que as pessoas se mostrem resilientes, a desistência ou a troca por algo similar, próximo do original não deixa de ser uma alternativa. Com Deus não! “Deus não é homem, para que minta; nem filho do homem, para que se arrependa; porventura diria ele, e não o faria? Ou falaria, e não o confirmaria? (Nm 23.19). Sempre houve pressão para que o povo de Deus troque o melhor pelo bom; o prometido pelo possível humanamente. Deus quer produzir cura definitiva e o sistema oferece alívio temporário. Para resolver a crise do jeito de Deus, Moisés e Arão receberam mandamentos para eles e para Faraó também. A ordem inicial de libertar o povo não estava em discussão, nem seria aceita uma proposta paliativa de levar alguns ou sob certas condições. O rei do Egito teria que se submeter a Deus, o Deus Abraão, Isaque e Israel. Não era uma questão negociável. Lá no deserto da Judeia, o Diabo fez uma proposta indecente para Jesus, já que ele viera para salvar o mundo e recebeu a tentadora proposta de salvar o mundo sem passar pela cruz e pela morte. Hoje eu sei e vocês também, que sem derramamento de sangue não há remissão de pecados. “E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão” (Hb 9.22). Os adeptos da malhação tem certa razão: “Sem dor não tem ganho!”

Senhor Jesus, graças te rendemos pelo teu sacrifício na cruz, que não foi em vão e hoje milhares de milhares estão salvos, libertos, aguardando o final do processo de redenção, até o dia em todos estaremos diante do trono para a celebração jamais vista. Obrigado por não ceder e não desistir de nós. Receba o nosso louvor e adoração, hoje e sempre, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s