Deus De Toda A Terra

Meditação do dia: 19/07/2022

“E naquele dia eu separarei a terra de Gósen, em que meu povo habita, que nela não haja enxames de moscas para que saibas que eu sou o Senhor no meio desta terra.” (Ex 8.22)

Deus De Toda A Terra – A medida que a civilização foi se desenvolvendo e estabelecendo-se em nações e reinos, também desenvolveram em muitos outros aspectos, como cultura, ciências e muitas se tornaram famosas por adquirirem grandes habilidades e conquistas e outras se notabilizaram por feitos peculiares a eles próprios. Os fenícios foram grandes navegadores e comerciantes da antiguidade. Os egípcios se notabilizaram por medicina, processos de embalsamamento e mumificação de corpos, matemática e engenharia, com construções monumentais. Os assírios foram grandes guerreiros; os gregos chegaram ao seu apogeu de cultura e nobreza na época em que Israel estava entrando em Canaã, para iniciarem a história de sua nação. Os caldeus já eram conhecidos por cultura, literatura e bibliotecas já nos tempos de Abraão. A Bíblia concentra sua narrativa na linhagem redentiva e assim seguimos por uma única linha, apenas observando conexões com outros povos quando acontecia uma interação com Israel. O fato de muitos desses povos tomarem caminhos da idolatria e afastamento de Deus, não significa que Deus desistiu deles ou que ele não era o Deus te todas as nações e todos os povos. Nessa praga que seria desferida contra Faraó e o Egito, foi lhe revelado por Moisés e Arão que o Deus criador, adorado pelos hebreus, separaria o território onde seus servos habitavam, para que ele soubesse que o Deus dos hebreus era também o Deus dessa terra do Egito e de todas as demais. Um dos grandes males da idolatria é que seus praticantes utilizam as bênçãos, os dons e as dádivas divinas, do Deus provedor, para servir seus falsos deuses e ídolos, ainda atribuindo a eles a origem dessas bênçãos. Hoje em dia uma clássica rejeição dos idólatras é acusar o Deus criador de exclusivista e radical, por não aceitar ser comparado, associado e repartir a sua glória com quem quer que seja. Mas isso é ponto pacífico para nós, os verdadeiros adoradores e testemunhas do nosso Deus. “Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor às imagens de escultura” (Is 42.8).

Senhor, tu és único e mereces toda a honra, a glória e o louvor. Somos o teu povo e testemunhamos da tua grandeza. Ninguém há como o Senhor nosso Deus, grande em poder e misericórdia; obrigado por providenciar a nossa redenção em Cristo Jesus e nos tornar participantes da tua natureza e nos tornar membros da tua família. Somos gratos e felizes por tudo isso. Em nome de Jesus, receba o nosso louvor e gratidão. Amém!

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s