Carros e Cavaleiros

Meditação do dia: 04/01/2023

“Porque as águas, tornando, cobriram os carros e os cavaleiros de todo o exército de Faraó, que os haviam seguido no mar; nenhum deles ficou.” (Ex 14.28)

Carros e Cavaleiros – O salmista professava sua fé na suficiência de Deus para guarda-lo e protege-lo de todo o mal, utilizando a seguinte expressão: “Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus” (Sl 20.7). Por milhares de anos a força e o poderio de um reino e de seu rei eram medidos pelos números de carros de guerra, cavalos e aparelhamento bélico. Quem tinha um grande exército, bons e muitos equipamentos, era franco favorito para vencer as batalhas e conquistar novos domínios e pilhar riquezas e suprimentos. Da mesma forma que tais reinos se elevavam, também eram abatidos e exterminados. O povo Deus sempre foi estimulado a viver de forma diferente e expressar sua confiança em Deus e no seu poder de abençoar com toda sorte de bênçãos. Andando em obediência eles não corriam riscos de serem derrotados, muito pelo contrário, prevaleciam de forma surpreendente, mesmo em combates com forças desproporcionais em relação às suas, porque Deus lutava por eles. Abraão alcançou isso por promessa e aliança eterna com o Deus Criador. Caso ele e seus descendentes servissem a Deus de todo o coração e aprendessem a praticar a fé e serem verdadeiramente fiéis, eles não seriam vencidos e nem viveriam pressionados por nada e por ninguém. Esse é um princípio da vida de fé, que está estabelecido na Palavra de Deus, sendo uma condição essencial para todos os seus filhos e servos. Uma vida de fé e obediência a Deus e à sua Palavra, nos mantém em segurança, prosperidade e somos abençoados por todos ao nosso redor. “E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra (Gn 12.2,3). Foi assim com Abraão, com Isaque, com Jacó e família e depois com Israel como nação; tem sido assim com a igreja e todos os que confiam no Senhor jamais são confundidos e frustrados. O perigo está em tirar os olhos da promessa e colocar a atenção e a fé, nos recursos e meios humanos. Isso funciona até certo ponto para quem não serve a Deus e precisa se cuidar e criar seus próprios meios de proteção e segurança. Mas o povo de Deus olhar para isso e querer copiar, imitar e agir pelos mesmos caminhos, não é sábio e não funciona. Olhemos o exemplo da nossa meditação: Faraó tinha um grande e bem armado exército, marchando contra o povo de Deus que não tinha armas, recursos e nem estratégias que lhes permitissem escapar de um massacre anunciado por antecipação. Mas Deus interveio, abriu o Mar Vermelho de forma sobrenatural e eles entraram e passaram sem qualquer perigo. O mesmo não se deu com os egípcios, que agindo naturalmente, naturalmente foram derrotados. Israel não moveu um só dedo, não deu um só golpe e não se valeu de nenhuma estratégia bem bolada. Só agiram em obediência à Palavra de Deus. Isso foi o suficiente! Isso é suficiente e sempre será. Agir pela fé em todas as nossas batalhas, dependendo de Deus, mesmo que isso não atenda a racionalidade dos conselheiros e a nossa própria razão diga o contrário. A fé tem suas próprias razões. Acredite!!

Pai, obrigado por seu eficiente e competente para cuidar de nós e de nossas situações preocupantes. O Senhor e a tua Palavra sempre serão dignas de nossa confiança e por isso colocamos nossa fé no Senhor. Obrigado por Jesus ser mais do que suficiente para prover tudo que necessitarmos, todos os dias, até a consumação dos tempos. Oramos agradecidos por cada vitória, todos os dias, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s