Ver, Temer e Crer

Meditação do dia: 07/01/2023

“E viu Israel a grande mão que o Senhor mostrara aos egípcios; e temeu o povo ao Senhor, e creu no Senhor e em Moisés, seu servo.” (Ex 14.31)

Ver, Temer e Crer – Temos aqui uma combinação muito apropriada e que se traduz por bons resultados. Há quem diria e como muita propriedade que a ordem seria ainda melhor se fosse: Crer, Temer e Ver – mas como a vida não é como a gente quer ou gosta, mas sim, como ela é, então vamos tirar nossas lições daquilo que temos e que foi o registro sagrado. Aqui também é verdadeiro a expressão que depois de uma longa noite, veio uma manhã ensolarada. As primeiras noites dos israelitas em liberdade, não foram nada fáceis; mas essa última foi muito radical. A ferrenha perseguição do rei do Egito com o seu grande exército, bem armado e com muita disposição de combate para reaver todos os ex-escravos, para que não se consumasse a liberdade conseguida por eles. Deus estivera lutando por eles o tempo todo e não foi diferente nesses instantes decisivos. A maior derrota de Faraó, foi agora também o final de sua existência como pessoa e como soberano; pois ele foi afogado no Mar Vermelho, junto com seu orgulho, arrogância e pretensa deidade. Sabemos que a vida é muito curta para aprendermos tudo o que precisamos por tentativa e erro, pois alguns erros não dão oportunidade de reparar e recomeçar, como foi esse erro do rei do Egito. Precisamos aprender com os erros e experiencias nossas e dos outros ao nosso redor ou que viermos a tomar conhecimento. A sabedoria impõe a necessidade de aprender com tudo e com todas as oportunidades que se nos apresentar. Os israelitas, viram o poder de Deus em ação, mais uma vez e de forma tão específica, que não poderia deixar dúvidas de que eles foram livrados por uma série de acontecimentos aleatórios, mas alinhados que os beneficiaram. Foi a mão poderosa do Senhor Deus, sim! Eles temeram a Deus; aquilo impactou suas vidas de tal forma que se renderam e reverenciaram aquele poder superior, sobrenatural mas totalmente favorável a eles. A idéia de que Deus é apenas uma força, um poder, uma emanação transcendental não combina com os registros bíblicos, pois ali, Deus se revela como uma pessoa, um ser devotado a uma causa e que tem planos e capacidades de agir, com poderes suficientes para operar toda a sua vontade. Aquelas pessoas creram, agora com uma experiencia personalizada, pessoal, individual como seus antepassados tiveram. A Igreja de Cristo deve anunciar um Evangelho com poder e sinais que não só convença as pessoas, como lhes permita ter suas próprias experiencias com Deus. O Evangelho não é uma filosofia, uma ideologia, uma crença complementar na experiencia humana; como a própria Bíblia ensina, o Evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crer. “Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego” (Rm 1.16).

Agradecemos, ó Pai celestial, por toda a bondade e misericórdia colocada a disposição do teu povo, para nos livrar e nos proteger. Agradecemos pela salvação alcançada em Cristo Jesus, que é a tua Palavra encarnada, as boas novas de salvação para todos que crerem. Te louvamos, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s