Um Profeta Semelhante a Moisés

Meditação do dia 31/07/2015

Dt 18.15 “O SENHOR, teu Deus, te suscitará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, semelhante a mim; a ele ouvirás.

Um Profeta Semelhante a Moisés. No Velho testamento, o profeta era um ofício de muita importância para a comunicação espiritual entre Deus e o seu povo. O profeta, tal qual o sacerdotes, eram ministros que intermediavam a comunhão e a revelação da vontade e da palavra de Deus ao povo. Se em certas situações adotamos a expressão “via de duas mãos”, para designar uma situação de ação e reação, retorno de algo emitido, assim eram também o ministério dos sacerdotes e dos profetas. O papel do sacerdote era mediar a relação do adorador com o seu Deus, apresentando e representando-o diante de Deus, através das ofertas, orações, sacrifícios e nos rituais de purificação e assim por diante. A pessoa, não tinha acesso direto à Deus no seu culto, ele precisava do serviço especializado do sacerdote. O profeta, era a via de retorno, ele representava Deus diante dos homens, ele era a boca de Deus; o que ele falava, tinha peso como palavra de Deus. Veja um exemplo em que o próprio Senhor, representa isso através de dois homens, numa missão importante. “Então, disse o SENHOR a Moisés: Vê que te constituí como Deus sobre Faraó, e Arão, teu irmão, será teu profeta. Tu falarás tudo o que eu te ordenar; e Arão, teu irmão, falará a Faraó, para que deixe ir da sua terra os filhos de Israel” (Ex 7.1,2). O profeta fala em nome de Deus, devendo ser pessoa de caráter íntegro para que não profane a mensagem recebida e assim produza engano e confusão. Lembrando, também que o ofício de profeta, tal qual víamos no Velho Testamento, não existe no Novo Testamento, o último dessa linhagem foi João Batista, primo e precursor de Jesus Cristo, que nasceu com a missão de preparar o caminho para a chegada de Jesus, o Salvador. Por falar em Jesus, como o Messias, é ele mesmo, a pessoa a que Moisés se referiu nesse texto de hoje. Moisés, a quem também se pode atribuir ofício profeta, profetizou em nome do Senhor Deus, que a nação, receberia, futuramente um profeta semelhante a Moisés, a quem eles deveriam ouvir. Tal qual Moisés, que liderou o povo em seu processo de libertação do cativeiro no Egito, e os conduziu ao deserto e os levou à terra prometida; assim o profeta semelhante a Moisés, que é Jesus, viria para libertar os povos de um cativeiro infinitamente maior e mais destruidor do que aquele físico, que os hebreus tiveram, por um tempo determinado. O pecado prende, escraviza, destrói no tempo e na eternidade, e só alguém com poderes atemporais, poderia desfazer isso. Jesus não só indica o caminho, como ele próprio é o caminho; não apenas fala sobre a verdade, como ele é a verdade encarnada; não apenas fala de conceitos sobre a vida, mas ele é a própria vida. Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. (Jo 14.6). Esse profeta, precisamos ouvir, disso depende a nossa vida e o nosso destino eterno. Conheça-o!

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s