Terra por Conquistar

Meditação do dia 29/08/2015

Js 13.1Era, porém, Josué já velho, entrado em dias; e disse-lhe o SENHOR: Já estás velho, entrado em dias; e ainda muitíssima terra ficou para possuir.

Terra por conquistar – A vida é curta! Isso é algo que se ouve a vida toda; os pais falam isso, os professores repetem isso, na mídia, nos filmes e de forma geral tem sempre algo ou alguém nos lembrando disso; contudo, isso só faz sentido realmente, quando começamos a “dobrar o cabo da boa esperança!” Imagina só, você está em oração e Deus se manifesta e fala contigo; ele começa a conversa dizendo: “Você tá ficando velho…” Para quem o tempo não faz diferença, até parece que ele tá zoando com a sua cara! Mas não é isso, e nem se trata de menosprezar o lado falível do ser humano. Aos meus amigos leitores, que como eu já ultrapassaram meio século de vida, estamos começando a entender o que significa “a vida é curta!” Quero compartilhar com todos voces “cinquentões ou mais que isso,” que envelhecer é um privilégio, que não é dado a muitos, então se você foi convocado para esta seleção, agradeça, porque é honroso! Só chega aqui, que venceu e prevaleceu sobre as adversidades, foi sábio nas escolhas e priorizou a vida em relação à muitas outras coisas. É gratificante ver os cabelos ficarem brancos (ou caírem), ver quem foi criança de colo, agora adultos formados, produtivos e responsáveis e nos deixam admirados e sempre vem aquela frase: ”Parece que foi ontem!” Pessoas que pegamos no colo e acalentamos, agora as chamamos de senhor ou senhora, doutor…etc. Mesmo com tudo isso, ainda ficou muita terra por conquistar, como no caso de Josué. Ele tinha territórios literais, físicos, para conquistar e dominar; nós temos outros tipos de “terras” para conquistar, mas é fato, que fizemos muito e parece que existe mais para fazer do que efetivamente foi feito! Isso é ruim ou bom? Entendo como sendo bom, pois a maturidade nos traz a possibilidade de ver as coisas com maior precisão e realidade, admitir nossa verdadeira força e nossas muitas e diversas fraquezas, que até gastamos muita energia, tentando cobri-las e disfarça-las, passando a ilusória vaidade que “éramos perfeitos!” Fazemos parte de um grande projeto de Deus, que não só é grande em abrangência, como é eterno em duração e nosso papel é apenas fração no conjunto todo; assim chegamos a um período que fizemos tudo o que fizemos, mas ainda tem muito para fazer e outros assumirão dali para frente! Não estamos sendo descartados, é como na corrida de revezamento de bastão, cada um tem um trecho a percorrer e no qual deve dar o melhor de si e um pouco mais, para possível compensação de companheiro não poder fazer bem a sua parte e o resultado final é que vale e não o individual. Alguns costumam dizer que o melhor de Deus ainda está por vir… é e não é! O melhor de Deus já veio e já está quase voltando novamente! Em relação à nossa vida, o melhor de Deus, é hoje! “Este é o dia que fez o Senhor; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.” (Sl 118.24)

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s